Resumindo: o display ligou e funcionou belezinha, exibindo — adivinhe só — a imagem de um peixe.

Não parece um grande feito, mas a conquista é digna de nota porque, assim como os gatos, os displays de OLED odeiam água. Mas este não se importou!

Então temos mais um item na lista de progressos dos displays OLED: funcionam submersos — ou ao menos dentro de pequenos copos de água cercados por pessoinhas de Playmobil. [Plugged In via OLED Display]