Este pequeno pedaço de circuito, pouco maior do que uma moeda, pode ser usado para enganar leitores de tarjas magnéticas a pensarem que você passou seu cartão nele, gerando campos magnéticos que imitam os dados armazenados nele.

Desenvolvido por Samy Kamkar, o MagSpoof foi criado como uma forma de “armazenar todos os seus cartões de créditos e tarjas magnéticas em um único dispositivo.” Ele explica como funciona:



O MagSpoof emula uma tarja magnética ao rapidamente mudar a polarização de um eletroímã, produzindo um campo magnético semelhante ao que uma tarja magnética normal produz quando é passada no leitor.

O incrível é que o leitor de tarja magnética não precisa de nenhum tipo de receptor wireless, NFC ou RFID – o MagSpoof funciona sem fio, mesmo com leitores padrão de tarjas magnéticas. Quanto mais forte o eletroímã, maior a distância que você consegue usar (alguns centímetros a mais no estágio atual de desenvolvimento).

É um dispositivo incrivelmente simples, que usa alguns componentes também simples: um microcontrolador Atmel ATtiny86, uma ponte H para dar energia ao eletroímã, uma bobina de fio magnético, uma pequena bateria de 100 mAh e 3,7V, mais alguns LEDs, resistores e switches simples.

Então é só uma questão de construir um – há um diagrama de ligações para ajudar – e jogar o código de Kamkar no dispositivo. Você pode ler sobre como fazer isso no GitHub (em inglês), e há uma explicação completa no vídeo abaixo (também em inglês):

Vale ressaltar que Kamkar não projetou o dispositivo para fins nefastos. “O MagSpoof não permite usar cartões de crédito que você não seja legalmente autorizado a usar,” ele escreveu no GitHub, explicando que “o MagSpoof exige que você tenha as tarjas magnéticas que deseja emular.”

[Samy Kankar]