Douglas Engelbart, um pioneiro da internet e criador do mouse de computador, morreu nesta manhã aos 88 anos.

Engelbart estava envolvido no desenvolvimento da ARPANET – a precursora da internet atual – e mostrou hipertexto muito antes da maioria das pessoas interagirem com computadores, muito menos tocando em computadores ligados em rede. Em 9 de dezembro de 1968, a “Mãe de todas as demonstrações” de Douglas Engelbart, mostrou em Menlo Park, na Califórnia, o que foi considerado tecnologia incrivelmente futurista para o tempo, incluindo o seu mouse. Você pode assistir a demonstração no YouTube.



Do Museu de História da Computação:

Na SRI, o trabalho mais importante de Engelbart começou com a fundação em 1959 do Centro de Pesquisa Aumentada, onde ele desenvolveu algumas das tecnologias-chave usadas nos computadores hoje em dia. Engelbart mostrou muito da sua pesquisa na sua “mãe de todas as demonstrações” em dezembro de 1968, um evento que pressagiou muitas das tecnologias e paradigmas de uso de computadores que continuariam décadas depois. Seu sistema, chamado NLS, mostrou casos reais, ou precursores de, hipertexto, colaboração de tela compartilhada, múltiplas janelas, vídeo-conferência na tela, e o mouse como dispositivo de entrada. A demonstração mostrava um compromisso vitalício de Engelbart para solucionar problemas urgentes da humanidade ao usar computadores como ferramentas para melhorar a comunicação e colaboração entre as pessoas.

O legado de Engelbart pode ser compartilhado graças às incríveis ferramentas que ele ajudou a criar. Tiramos nosso chapéu para você, senhor Engelbart.

Foto: Flickr