O maior perdedor é o microondas, de longe, com apenas 47% das pessoas dizendo que é essencial – uma queda de 21 pontos desde 2006. Na verdade, praticamente tudo é visto como muito menos essencial atualmente, como é de se esperar, exceto pelos nossos amados gadgets.

iPods, TVs de tela plana e Internet de alta velocidade são todas coisas vistas como mais essenciais que antes. Celulares mantiveram o mesmo patamar e computadores caíram 1 único ponto. Trata-se de um contraste violento com o resto dos itens da lista, como ar condicionado, TV a cabo e máquina de lavar louças, todos sofrendo quedas de dois dígitos. O carro, é claro, continua em primeiro lugar, mas até mesmo ele caiu três pontos.

Então, leitores, com o que você não consegue viver? Com certeza eu viveria sem carro antes de me livrar do meu laptop, mas esta é a minha opinião. [TampaBay]