Claro que por enquanto isso é apenas um sonho do 8º cidadão mais rico do mundo, mas suas palavras são dignas de uma pontinha de empolgação:

Sonho em trazer montadora da Apple para a gente ter produtos sem ter que pagar o dobro do que se paga nos Estados Unidos.



Não, ele não quer uma Apple Store daquelas cheias de pose assinada por um arquiteto de alto nível. Ele quer mesmo uma montadora, uma fábrica que crie dentro do Brasil as máquinas de Steve Jobs – claro, provavelmente com peças importadas de nossos camaradas da Foxconn, mas sem dúvida isso já diminuiria consideravelmente o preço dos produtos da maçã.

Não que seja algo fácil de fazer, mas para alguém que vale tanto dinheiro, eu que não vou duvidar do cidadão. Mas o caminho deve ser tortuoso. No início do ano, o secretário do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro disse que Steve Jobs teria recusado trazer uma Apple Store ao Brasil por conta da “política maluca de taxação superalta do Brasil”.

Se Eike não vencer a batalha contra os impostos, a falta de empolgação de Jobs e todos os outros inimigos, ele já tem outro alvo: uma montadora da BMW no país. Ou seja, as chances de você ler mais o nome do bilionário por aqui ou no Jalopnik são altas. [iG via MacMagazine]