A Electronic Arts confirmou nesta segunda-feira (14) que pretende comprar a produtora de jogos britânica Codemasters em um acordo estimado em US$ 1,2 bilhão. A contraproposta foi feita neste fim de semana, enquanto a Codemasters estava prestes a finalizar um acordo com a Take-Two Interactive, responsável por jogos como Grand Theft Auto.

A proposta da Take-Two havia sido apresentada em novembro, resultando em um acordo de US$ 973 milhões, cujo pagamento seria dividido entre dinheiro e ações. Segundo a Sky News, isso não teria agradado muito os investidores da Codemasters, visto que o pagamento em ações significaria que o valor dependeria das flutuações do mercado.

Com a oferta da EA, a equipe de gerentes sênior da Codemasters permaneceriam na empresa durante o período de transição. A expectativa é que o acordo seja finalizado em março de 2021. Segundo a BBC, o presidente da produtora, Gerhard Florin, afirmou que a empresa se “beneficiaria do conhecimento, recursos e extensa escala global da EA – tanto geral como de forma específica dentro do setor de corridas”.

Fundada em 1986 pelos irmãos David e Richard Darling, a Codemasters ficou famosa por seus jogos de corrida, como Dirt Rally e a franquia da F1. Apesar de a EA ter confirmado o acordo, isso não significa que ele está totalmente encerrado. A Take-Two ainda pode fazer uma contraproposta, embora isso possa ser difícil considerando que o valor de mercado da empresa é quase metade que o da EA, avaliado em US$ 40 bilhões.

[BBC, Sky News]