Salvatore Mundi, ou O Salvador do Mundo, é uma pintura de Leonardo da Vinci que foi perdida há séculos, e reencontrada recentemente. Historiadores de arte confirmaram que na pintura é possível ver a “leveza milagrosa” e a “tinta delicada” de da Vinci.

A Salvatore Mundi é uma pintura de Jesus Cristo abençoando o mundo (se bem que parece uma Mona Lisa masculina, pelo menos para mim) e ela tem uma história no mínimo suspeita, já que não se sabe com quem estava a pintura entre os séculos XVII e XIX. O primeiro dono foi o rei Carlos I da Inglaterra, depois Carlos II, depois ninguém sabe. Agora ela pertence a um grupo de mercadores de arte, que o levaram para o Metropolitan Museum of Art, em Nova York, há dois anos, para a examinarem oficialmente. Uma pessoa próxima ao Met disse:

“Ela havia recebido mais pintura por cima, o que a faz parecer com uma cópia. Ela estava um desastre, escura e sombria. Ela foi limpa várias vezes no passado, por pessoas que não sabiam o que estavam fazendo. Quando um restaurador colocou resina artificial nela, a resina ficou cinza e teve que ser removida meticulosamente. Quando eles tiraram o excesso de pintura a mais, foi revelada a pintura original. Via-se uma pintura incrivelmente delicada. Todos concordam que ela foi pintada por Leonardo.”

Incrível que um dos gênios mais brilhantes da história ainda tem obras a serem descobertas. [Art News via Kottke]