Último Tango em Paris, filme de 1973 e que se tornou um clássico da sétima arte, vai virar uma série de TV abordando seus polêmicos bastidores e contará com a direção do brasileiro José Padilha (Tropa de Elite e Narcos) e de Lisa Brühlmann (Killing Eve).

Intitulado “Tango”, o programa terá produção da CBS Studios e se passará na Itália, França e Estados Unidos. Vai retratar os 18 meses do antes, durante e depois da produção do longa e o centro da trama será na relação dos atores Maria Schneider e Marlon Brando, além do diretor Bernardo Bertolucci.

Último Tango em Paris ficou marcado pelos métodos abusivos usados pelo diretor para captar as “reações reais” dos atores. O caso mais marcante foi a cena de sexo entre eles –depois descobriu-se que a relação não teve o consentimento de Maria Schneider.

Sucesso de bilheteria, o filmes fez acender os trabalhos de Bertolucci e Brando, mas Schneider foi ridicularizada pelo seu papel e recebeu apenas US$ 4 mil pelo filme, o que a levou a um caminho de vício e a uma luta de recuperação da saúde mental.

“A oportunidade de mergulhar nesse mundo, em todos esses personagens fascinantes e, principalmente, a possibilidade de dar voz a Maria Schneider, é realmente emocionante”, disse a diretora Lisa Brühlmann à Variety.

José Padilha acrescentou: “O diretor e os atores se deliciavam com o sucesso, enquanto a dor de Maria era negligenciada. Estou emocionado por explorar uma história sobre a ética da arte, um assunto importante, mas muitas vezes negligenciado”.

A série ainda não tem data de lançamento.

[Variety]