Ao olhar a imagem acima, você pode imaginar que não há nada demais nela. Afinal, é como muitas outras fotos de Saturno que você já viu na sua vida. Mas há muito mais nessa imagem do que os seus olhos conseguem ver.

Na verdade, é uma imagem infravermelha capturada usando um filtro especial que permite que apenas luz polarizada em uma direção atinja o sensor. Isso permite a pesquisadores entenderem mais sobre as partículas que formam os anéis do planeta.

Aquele ponto brilhante, por exemplo, é chamado “aumento de oposição – onde o ângulo do Sol-Anel-Espaçonave passa por zero graus – e seu tamanho e magnitude ajudam a revelar propriedades das partículas do anel. A imagem foi conseguira pelo Cassini usando uma câmera grande-angular a aproximadamente 1.100.000km de distância de Saturno. [NASA]

Imagem via NASA/JPL-Caltech/Instituto de Ciência Espacial