Nossos queixos caíram quando a Adobe demonstrou como o Photoshop vai acabar com as fotos borradas: se a sua mão tremeu ao tirar a foto, o Photoshop vai lá e corrige. Eis alguns exemplos de como a nova ferramenta faz magia – inclusive com a foto borrada mais famosa de todas.

As novas fotos sem borrões estão sendo demonstradas por Jue Wang, o mesmo que fez a demonstração da nova ferramenta, e ele está pedindo imagens para testar a nova função do Photoshop nelas. Lembre-se que ela só serve para desfazer uma tremida da câmera – ela não resolve imagens borradas por causa de movimento rápido (motion blur) ou por estarem desfocadas. Mas a pesquisa para esta nova função, que já é impressionante, quer ficar ainda melhor. Vejamos os exemplos:

A foto original (no início do post) foi tirada por Robert Capa e provavelmente é a foto borrada mais famosa que existe: é uma foto do Dia D, em 1944, quando começou a invasão dos Aliados na França ocupada pelos alemães, durante a Segunda Guerra Mundial. Wang diz que a imagem é um bom exemplo “extremo” porque a qualidade da foto é ruim. Ele fala sobre a nova imagem sem borrão:

Ela recupera alguns detalhes que você não poderia ver facilmente no original. Claro que o ruído acaba sendo um pouco ampliado, nós aplicamos um pouco de remoção de ruído no resultado, mas talvez um algoritmo decente de redução de ruído possa ajudar aqui.

Como funciona a ferramenta de deblurring? O Photoshop mede o “kernel de desfoque” (blur kernel), que rastreia o quanto a câmera se moveu enquanto tirava a foto. No caso desta foto, o kernel de desfoque mostra que a câmera se deslocou em 55 pixels. De acordo com Wang:

[Isto] significa que para recuperar um só pixel, nós temos que considerar pelo menos 55 pixels ao redor (na prática é bem mais que isso).

Incrível. Leia mais sobre Wang, a nova função do Photoshop e veja mais fotos aqui: [Juew.org via PetaPixel]