Olhe para esse maldito. Mas que besta feia e estranha. E pequena, também. Com estilo punk, de acordo com seu descobridor, um paleontólogo e professor da University of Chicago. O nome dessa nova espécie de dinossauro é Pegomastax africanus (“mandíbula fina da Africa”), mas eu vou chama-lo de Velocifrango. Velocifrango punkus. Porque, sério, olha para essa coisa.

Esse gremlin com bico em forma de presa é parte da família heterodontosauridae, uma das primeiras e mais extensas famílias de dinossauros. Eles viveram ao mesmo tempo que o meu dinossauro favorito, o Triceratops. O Estegossauro também, pelos cálculos históricos.



Apesar de sua aparência vampiresca, essas estranhas bestas de duas pernas não sugam sangue. Ou paleontólogos pensam assim, porque, sejamos honestos, nós estamos criando hipóteses sobre muitas dessas coisas. De acordo com Paul Sereno, o paleontólogo que o descobriu, é “bem raro que um comedor de plantas como o Pegomastax [ele quis dizer Velocifrango] tenha caninos tão afiados e grandes.”

Alguns paleontólogos acreditam que essas presas indicam uma dieta que pode ter incluído insetos e alguma carne. Sereno responde que essas presas eram para “defesa própria e luta competitiva pela reprodução.” Ele baseia sua teoria em um exame microscópico do dente do Pegomastax e do resto dos heterodontosauridae:

“Desgastes nas facetas e esmalte das presas sugere que o Pegomastax e outros heterodontosauros as usavam como as de veados para cortar e até mesmo cavar, não para rasgar carne.”

[youtube xtFg8h5sHs 640 360]

Esses estranhos animais eram pequenos como galinhas. Seus corpos, incluindo a cauda, mediam menos que 60cm de comprimento. Sereno diz que eles pesavam “menos que um gato.” Seus corpos eram cobertos por cerdas. Em teoria isso seria um mecanismo de defesa. De acordo com o estudo, o Velocifrango parecia como um “ágil, porco-espinho de duas pernas.”

Um miserável ágil, porco-espinho de duas pernas do inferno.

Como ratos, eles estavam por todo mundo. Na verdade, na opinião de Sereno, apesar de eles serem desconhecidos para a maioria das pessoas, “Pegomastax e seus semelhantes eram os mais avançados comedores de plantas de seu tempo.”

Maravilha. Obrigado por essa informação, Professor! Ótima tática para eliminarmos a possibilidade de ele ser um vampiro. Sei. [University of Chicago via New York Times]


Um heterodontosauridae pode ser vegetariano e pequeno, mas eles poderiam partir coisas ao meio com essas presas caso fossem atacados. E imagine um bando desses malditos defendendo seu território.


Olhe para esse frango/rato/gato. É o crânio de um Heterodontosaurus, o mais conhecido heterodontosauridae da África do Sul. O velocifrango é o menor da família.