O Evernote é uma plataforma para reunir lembretes, tarefas, fotos, recortes de páginas da web e mais. Ele vem crescendo muito nos últimos anos, principalmente no Brasil: já são quase 1 milhão de usuários. Há mais de um ano, a Evernote realiza ações voltadas para o mercado brasileiro, mas enfim o país ganhará uma filial. E com ela, chega uma (pequena) mudança nos termos de serviço.

Se você usa o Evernote, já deve ter recebido este e-mail, que diz:

Nós constituímos uma nova empresa sediada em São Paulo, denominada Evernote do Brasil Serviços de Aplicações Ltda (“Evernote Brasil”). Por meio da Evernote Brasil, poderemos oferecer melhores condições de suporte para o crescente número de usuários brasileiros, mais eventos locais e estreita colaboração com a comunidade de tecnologia brasileira.

A chegada da empresa ao Brasil significa que os serviços pagos do Evernote poderão ser adquiridos em real. Isso inclui o Evernote Premium, que oferece limite maior de upload (1 GB por mês), edição colaborativa de notas, acesso offline no iOS e Android e mais.

Também há o Evernote Business, feito para empresas, com todos os recursos do Premium e pensado para ser utilizado por várias pessoas. Este serviço estará disponível no Brasil em meados de 2013.

A chegada ao Brasil também traz mudanças nos termos de serviço: ele continua sendo operado pela sede americana, porém o contrato será feito com a Evernote Brasil e regido pelas leis brasileiras. Essa é a única mudança, que será refletida nos termos de serviço em 20 de fevereiro. Para aceitá-los, é só continuar usando o serviço.

Só agora o Evernote abriu escritório no Brasil, mas eles já atuam no país há um bom tempo. A empresa esteve presente em vários eventos locais para desenvolvedores; o Evernote já fechou parcerias com Samsung e Positivo para oferecer três meses gratuitos do pacote Premium em smartphones e PCs; e o serviço está disponível há um bom tempo em português brasileiro.

Além do Evernote em si, a empresa oferece diversos apps: o Penultimate, app de escrita e desenho para iPad; o Evernote Food, app para guardar receitas e descobrir restaurantes; o Evernote Peek, app para estudo que usa a Smart Cover do iPad; entre outros. Eles também são donos do Skitch, app multiplataforma para desenhos e esboços.

O executivo Luis Samra comanda as operações do Evernote para a América Latina, mas por enquanto, a vaga de diretor-geral no Brasil continua aberta. A empresa também não divulgou vagas no país – ainda não há previsão de quando será criada a equipe local – mas elas devem aparecer em breve neste link. [Evernote Brasil via iG Startups e G1]