Na segunda-feira, um F-18 caiu na cidade de San Diego, ao sul da Califórnia, matando pelo menos três pessoas – uma mãe, seu bebê e a avó – a 3 quilômetros da famosa Base Aérea Miramar* dos Fuzileiros Navais dos EUA, após o piloto ejetar. De acordo com uma testemunha, a tragédia poderia ter sido ainda pior:

 

Eu só fui perceber uns 40 minutos depois, voltando para o serviço, que o jato tinha de fato caído….por pouco não bateu no colégio local.

 

Ou seja, apesar da tragédia de três pessoas terem perdido a vida, o colégio saiu ileso. Outra testemunha disse que o F/A-18D Hornet “perdeu o controle e desceu em espiral, como no filme Top Gun” antes de atingir a área densamente povoada da Cidade Universitária mais ou menos ao meio dia, horário local.

O piloto ficou ferido após aterrissar sobre uma árvore. Pouco tempo depois de ser encontrado ele foi levado ao hospital, de acordo com um porta-voz oficial da Marinha.

Havia pouco sinal do avião nos destroços, mas uma parte do cockpit caiu sobre o telhado de uma casa e uma turbina a jato carbonizada ficou na rua. As autoridades disseram que os destroços eram tóxicos e aproximadamente 20 casas foram evacuadas.

A Marinha dos EUA recentemente inspecionou centenas de F/A-18 Hornets, feitos pela Boeing Co., após descobrir “fissuras de fadiga” em mais de uma dúzia deles. As inspeções buscavam rachaduras em uma dobradiça que conecta o aileron – um flap que ajuda a estabilizar o jato durante o vôo – à asa.

A Marinha anunciou no mês passado que havia aposentado 10 dos caças de 57 milhões de dólares e ordenou restrições em outros 20 até que reparos sejam feitos.

O jato supersônico é bastante usado pelo Corpo dos Fuzileiros Navais e pela Marinha dos EUA e pelos Blue Angels, que fazem vôos acrobáticos. Um F-18 caiu em Miramar em novembro de 2006 e o piloto também conseguiu ejetar com segurança. [BBC News via Huffington Post]

* caso a sua cultura dos anos 80 esteja meio enferrujada, a Base Aérea Miramar foi cenário do filme Top Gun – Ases Indomáveis.