Fabricantes de notebooks querem que a Intel retarde seus chipsets e processadores mobile baseados na microarquitetura Nehalem. Em outras palavras, eles querem que os laptops continuem mais lentos por mais tempo.

A plataforma Calpella está agendada para lançamento em julho ou agosto, exatamente como ocorreu com a Montevina (Centrino 2) no ano passado. Mas, como os notebooks Centrino 2 não venderam como deliciosas panquecas de banana – por causa da economia e dos netbooks –, os fabricantes querem mais tempo para liquidar o inventário. Assim, eles querem ver a Calpella e os processadores baseados na Nehalem (chamado de Core i7 nos desktops) apenas em outubro (em vez de no verão norte-americano), o que significa que você terá que esperar por mais alguns meses antes de colocar suas mãos em toda a potência da nova microarquitetura em um notebook. [Digitimes; imagem: Flickr/yomi955]