Há mais de um ano, estamos ansiosos pelos primeiros smartphones com Ubuntu. A Canonical prometeu lançá-los em 2014, e parece que vai cumprir: ela anunciou as duas parceiras que trarão os Ubuntu Phones ao mercado.

Uma delas é a chinesa Meizu, conhecida por seus smartphones potentes e baratos – e por atrair filas em seus lançamentos.



Seu modelo mais recente com Android, o Meizu MX3, possui tela de 5,1 polegadas com resolução 1800 x 1080 pixels, processador Exynos 5 Octa (mesmo do Galaxy S4), 2GB de RAM e até 128 GB de armazenamento interno – algo pioneiro em smartphones. Os preços variam entre R$ 1.000 e R$ 1.500.

meizu mx3

A outra fabricante é a espanhola BQ Readers. Ela vende smartphones, tablets, e-readers e até impressoras 3D. Um dos seus produtos é o smartphone Aquaris 5.7, com tela Full HD de 5,7 polegadas, processador quad-core, 2 GB de RAM e câmera de 13 megapixels; ele custa € 260 (cerca de R$ 850).

A BQ Readers promete “trazer o Ubuntu com suas melhores especificações de hardware”. No entanto, nem as fabricantes nem a Canonical falam sobre data de lançamento, preço e especificações – os detalhes devem ficar para a feira MWC, que começa neste final de semana.

bq readers smartphones

Além disso, as duas empresas não têm presença no Brasil. Os dispositivos estarão disponíveis para compra online através da BQ, Meizu e Ubuntu.com. E Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, diz ao Engadget que duas fabricantes conhecidas vão adotar a plataforma em 2015, sem revelar quais. Mesmo assim, não espere um lançamento tão cedo por aqui.

Entre as principais novidades do Ubuntu para smartphones, está a interface focada em gestos. Deslize da esquerda para abrir a barra de programas; deslize de baixo para abrir o menu do app; deslize da direita e alterne entre apps. A barra de notificações também foi turbinada, e a tela inicial é um pouco diferente do que você vê no iOS e Android; confira aqui nosso hands-on do Ubuntu Touch.

A primeira versão estável do Ubuntu Touch foi lançada em outubro, mas ainda não está 100% pronta para os usuários. Se você quiser experimentar, instale-o no seu celular seguindo estas instruções; você também pode encontrar uma ROM para seu modelo não-Nexus visitando este link.

O Ubuntu Mobile conta com o apoio de operadoras ao redor do mundo, além de empresas de software e serviços como Evernote, LastPass e Grooveshark. Entre alternativas para smartphones, ele concorre com Tizen e Jolla/Sailfish. [Canonical via Engadget]