Desde 2010, o Facebook analisa as fotos da rede social para encontrar rostos e sugerir o nome do amigo correspondente. Esse algoritmo ficou tão bom que consegue identificar pessoas quase tão bem quanto humanos.

Agora, o chefe de inteligência artificial no Facebook diz que a tecnologia pode ler outras pistas nas fotos para reconhecer indivíduos: em outras palavras, ela não precisa mais ver o seu rosto para saber que você é você. Isso não é nem um pouco medonho!

>>> Óculos da AVG protegem de softwares de reconhecimento facial

A equipe do Facebook liderada por Yann LeCun mostrou recentemente essa tecnologia em uma conferência. Segundo a New Scientist, o software foi projetado para analisar pistas como a cor do cabelo, roupas, pose e postura.

“Há uma série de pistas que usamos. As pessoas têm aspectos característicos, mesmo se você olhar para eles de trás”, disse LeCun. “Por exemplo, você pode reconhecer Mark Zuckerberg muito facilmente, porque ele sempre usa uma camiseta cinza.”

No momento, o algoritmo experimental do Facebook pode, na maioria das vezes, identificar pessoas corretamente usando esses sinais. Em um teste usando 40.000 imagens públicas do Flickr com pessoas, a tecnologia de reconhecimento funcionou bem em 86% do total.

Isto é meio alarmante se você está preocupado com privacidade, já que é difícil se proteger do reconhecimento facial. Agora, se alguém tirar uma foto com você no fundo, o Facebook poderia identificar e localizar você. Para a rede social, é ótimo: o app Moments, por exemplo, analisa suas fotos para organizá-las por evento e pessoa.

Mas LeCun diz que o algoritmo pode ajudar a manter sua privacidade, enviando um aviso caso uma foto com você apareça na internet.

É interessante lembrar que o FBI gastou mais de US$ 1 bilhão desenvolvendo um sistema biométrico de reconhecimento facial, para capturar dezenas de milhões de rostos dos americanos. Ele compartilha dados de impressão digital e até tatuagens e cicatrizes. Imagine se o Facebook dá uma forcinha para eles… [New Scientist via Engadget]