Como esperado, o Facebook anunciou um “sistema moderno de mensagens”. Mark Zuckerberg, dono da rede social, diz que não é e-mail. Mas pode substituí-lo. Prepare-se para seu endereço @facebook.com.

Tudo em um só lugar

Quais são as diferenças entre o Facebook Messages e o e-mail normal? Ele incorpora e-mails, mensagens do Facebook, SMS e outros clientes de chat. No futuro, até VoIP pode entrar na história. Em vez de ter alguns chats em um lugar e torpedos em outro, toda vez que você quiser falar com alguém isso vai entrar em um fluxo de informação. E apesar de você poder coletar tudo em um endereço de e-mail @facebook.com, ele não é obrigatório. Você pode redirecionar suas mensagens do Gmail para lá, por exemplo. E sim, uma atualização do app para iPhone está chegando em breve para incorporar o Facebook Messages.

Diferenças notáveis em relação ao e-mail comum? Não há linha de assunto, nem Cc nem Bcc. Você pode mandar uma mensagem apenas teclando Enter. Vai parecer um chat. E muitas vezes, será mesmo um chat.

Organizando por tópicos

Também haverá uma solução por tópicos, que grava em um só lugar todo tipo de contato que você teve com uma pessoa. É uma solução única para conversações, uma forma de mostrar a história completa de uma conversa.

Uma caixa de entrada só para amigos

O Facebook também vai apresentar a Caixa de Entrada Social (Social Inbox), que organiza suas mensagens pessoas, priorizando notas de amigos e separando pessoas com as quais você não tem muita proximidade. Esta é a grande função: como padrão, você só vai ver mensagens dos seus amigos (e amigos de amigos). Mensagens de pessoas fora do seu círculo do Facebook irão para uma pasta separada. E você pode mover pessoas de uma pasta para outra (o que é ótimo se alguém na sua família não usa Facebook). Você também tem a opção de rejeitar quaisquer e-mails que não sejam de amigos.

Apesar de eu curtir muito a Caixa Prioritária do Gmail, ela não filtra com a eficiência do Facebook. Essa é a vantagem do “gráfico social” que o Facebook consegue acessar, e o motivo pelo qual você pode considerar com seriedade esta opção (a menos, é claro, que você não use o Facebook).

Por que é importante

Zuckerberg insiste que este não é um Gmail killer, e por enquanto, pelo menos, ele está certo. Mas o Facebook está olhando para o futuro, para uma geração que está constantemente e cada vez mais abandonando o e-mail por comunicação instantânea. E quanto mais abandonamos o e-mail por mensagens de texto e chats, mais o Facebook se torna o centro de comunicações.