Em novembro, o Uber estreou uma modalidade chamada UberPET, oferecendo carros com motoristas dispostos a levar animais de estimação. Isto foi silenciosamente encerrado em São Paulo, e vai acabar no Rio de Janeiro também.

O UberPET cobrava as mesmas tarifas do UberX ou UberBlack: a diferença era que os carros tinham uma capa que protegia o banco traseiro do carro, e que o motorista certamente não se recusaria a levar animais de estimação. Eles não podiam ser transportados sozinhos: era sempre necessário um passageiro para acompanhá-los.



uberpet

Para solicitar o UberPET – disponível apenas em São Paulo e no Rio – era só abrir o app e selecionar a modalidade. No entanto, usuários na capital paulista notaram que essa opção sumiu em abril.

O Uber confirma esta mudança em comunicado ao Gizmodo Brasil, e diz que o UberPET também vai acabar no Rio:

No Brasil, todos os serviços da Uber são pet friendly – ou seja, bichos podem ser aceitos pelos motoristas parceiros. Isso também serve para o Rio, por isso vamos descontinuar o produto na cidade, já que os usuários poderão usar uberX ou UberBlack para levar seus bichos para qualquer lugar.

No entanto, para quem quer levar animais no carro, isso deixou tudo mais complicado. Um e-mail enviado a usuários de São Paulo explica que agora é preciso chamar o carro, ligar para o motorista e perguntar se ele aceita levar cachorros ou gatos – senão, você tem que cancelar o pedido e solicitar outro motorista. A ideia é “simplificar a interação dos usuários” ao remover um botão.

https://twitter.com/Gustavo_S_R/status/718972521614282752

A usuária Jessica Rodrigues relata no Facebook os problemas que teve após o fim do UberPET:

Na minha primeira experiência nesse novo modelo, 3 motoristas cancelaram a corrida porque não estavam confortáveis em aceitar cachorros – e eu os entendo, eles têm todo o direito de não aceitar pq eles não são Pet. Porém, como o Uber ousa afirmar que simplificou a minha vida se, agora, eu tenho que ficar argumentando no telefone com diversos motoristas, praticamente implorando para que aceitem a corrida e repetindo mil vezes que meus cachorros são bonzinhos e comportados. Isso me faz perder tempo enorme tendo que ficar explicando aos motoristas as peculiaridades de transportar um Pet (e enquanto isso o motorista já está no local de início da corrida) para que no final ele resolva não transportar.

Nos termos de serviço, o Uber dizia: “no caso de necessidade de limpeza do carro após utilização do uberPET, os usuários deverão arcar com a taxa de limpeza (urina, fezes, vômito, etc.), bem como com eventuais danos causados aos veículos”. No caso de coisas pequenas – como pelos ou manchas nos vidros – não haveria cobrança extra.

Os termos também diziam que a empresa “não é responsável pelo mau comportamento de animais que causam danos aos veículos de motoristas parceiros ou lesões nos animais”.

99taxis animais

Desde 2014, o 99Taxis oferece a opção de táxis que aceitem transportar animais de estimação: no app, basta ir em Opcionais > Permite animais.

Este ano, o Easy Taxi ganhou opção semelhante nas cidades de São Paulo e Campinas, indo em Pedir Táxi > Opções do Carro > Leve seu cão. O Vá de Táxi também terá o recurso ainda este ano.

Imagem via YouTube