Se os add-ons (complementos) do seu Firefox pararam de funcionar neste fim de semana, você não está sozinho. Durante a noite de sexta-feira, muitos usuários do Firefox descobriram que muitas extensões ficaram inúteis ou impossível de serem instaladas após a atualização da versão 66.0.4 do navegador. Efetivamente, muitos usuários tiveram que descobrir suas próprias soluções para usar seus bloqueadores de anúncios, gerenciadores de senhas e muitos outros tipos de extensões.

Após alguns dias de sofrimento dos usuários, a Mozilla tem boas e más notícias sobre o ocorrido. A boa: foi lançada uma correção que restaurou as extensões para a maioria dos usuários do Firefox 66. No momento em que escrevo, a Mozilla informou que foi implementada para computadores e Android, além de usuários ESR (Extended Support Release) na versão 60.6.2. A empresa também tuitou que a correção será automaticamente aplicada e que os usuários não precisam fazer nada.

Agora, a notícia má: usuários de versões antigas do navegadores foram deixados de lado. Por que não apenas atualizar para a versão mais recente? Bem, existem muitas razões pelas quais os usuários podem não querer atualizar. Isso inclui desde o uso de complementos que não têm mais suporte ou atualizações, ou porque eles estão usando computadores antigos que não têm capacidade de suportar os navegadores mais recentes. E os usuários mal-humorados estão levando para o Twitter as queixas para que a Mozilla saiba como eles estão se sentindo com tudo isso. E não ajuda que em seu blog, a Mozilla, desencorajou soluções alternativas discutidas em fóruns da comunidade como “eles podem entrar em conflito com correções que a empresa está implantando.”

O Gizmodo entrou em contato com a Mozilla sobre os planos para esclarecer essas preocupações, mas a companhia não respondeu imediatamente à nossa requisição.

Estamos lançado uma atualização para reparar os complementos, mecanismos de busca e pacotes de linguagem que foram desativados.

Tem alguns problemas que ainda estamos trabalhando, mas queremos liberar essa atualização para que você consiga ter seus complementos de volta e funcionando antes da Segunda.

Segundo a Mozilla, a bagunça é resultado de um certificado expirado para verificar novas extensões e que não está relacionada com uma recente atualização de política de complementos. A política de atualização é mais sobre eliminar riscos de segurança para futuros complementos ao não aceitar extensões com “códigos obscuros”. A mudança de política também determina que a Mozilla irá bloquear mais extensões proativamente. Estas medidas passarão a fazer efeito a partir de 10 de junho.

[Engadget]