O fotógrafo Zev Schmitz criou uma incrível série de fotos arquitetônicas da cidade de Nova York. Todos os cliques foram feitos a partir das águas que cercam Manhattan.

É como ter a visão de alguém que está se afogando. Mas também dá a sensação de estar presenciando um novo mundo emergir.

A forte corrente e as baixas temperaturas da água, além do case a prova d’água para a câmera, foram algumas das dificuldades do fotógrafo. Mas o verdadeiro desafio veio do tráfego dos barcos e das constantes abordagens da polícia de Nova York e da guarda costeira. “Certamente não é um lugar em que você deve nadar, foi um risco bem grande”, conta Schmitz ao Gizmodo. “Espero que a publicação das fotos não me causem mais problemas do que eu já tive.”

Clique aqui para ver as imagens em tamanho ampliado.

A série recebeu o título “Island of Manhattan” – Ilha de Manhattan, em tradução livre – e Schmitz explica o porquê:

O objetivo é recontextualizar a cidade de Nova York ao se distanciar da rica linguagem da fotografia de rua que conhecemos tão bem e enquadrar Manhattan como a ilha que sempre foi. A partir da água que cerca a ilha, novas perspectivas da selva de pedra se revelam. A arquitetura é justaposta com prédios desconhecidos e espaços que raramente se revelam dessa perspectiva.

Você pode ver todas as fotos da obra na página do fotógrafo.