Confesso que passei minha infância brincando com explosivos. Mas definitivamente eu nunca tive tanto sucesso quanto Clara Lazen, de 10 anos, que criou acidentalmente uma nova molécula – tetranitratoxicarbono – que é semelhante à nitroglicerina e também pode ser usada como explosivo.

Usando um daqueles modelos moleculares que você deve ter visto na escola, Clara criou uma combinação com átomos de nitrogênio, oxigênio e carbono que impressionou Kenneth Boehr, seu professor de química. Então ele ligou para Robert Zoellner (foto), da Humboldt State University (EUA), para ver se esta poderia ser uma molécula real. As buscas em uma base de dados online de química não forneceu equivalentes exatos, então como a estrutura é quimicamente possível, Clara descobriu mesmo uma molécula completamente nova.

O metano-tetrakis(nitratoxicarbono), ou apenas tetranitratoxicarbono, usa a mesma combinação de átomos que a nitroglicerina – um dos ingredientes da dinamite – e também tem o poder de se tornar um explosivo. Então se ele fosse sintetizado, ele poderia ser usado para criar um boom realmente grande. Com sua descoberta, Clara é citada como co-autora do artigo científico publicado por Zoellner (o professor Boehr também é co-autor). Então acho que ela tirou nota 10 na lição. [Humboldt State University e The Lumberjack via The Mary Sue]