Um passageiro “alto, forte” e “rebelde” em um voo da Continental que ia de Houston para Chicago quase matou de medo os outros passageiros do voo depois de tentar abrir uma das portas dianteiras do avião. Talvez ele só quisesse saber o que iria acontecer, se ele tivesse conseguido abrir.

O que acabou acontecendo foi que o avião fez um pouso de emergência na cidade de St. Louis, Missouri, e o homem foi levado à polícia. Uma representante da Continental disse ao Chicago Tribune que “não há qualquer indicação de que havia uma ameaça terrorista” – mas isso não serve de consolo para uma das passageiras e ex-repórter do Tribune, Sara Olkon:



“Isso parecia inevitável,” disse Olkon, que tinha acabado de ler artigos do The New York Times sobre a morte do Osama Bin Laden. “Eu comecei a tremer e as lágrimas começaram a escorrer de meus olhos. Meu coração batia forte no peito.”

Parece que o cara devia ter esperado até que a mídia parasse um pouco com as notícias sobre Bin Laden antes de tentar abrir a porta de um avião. Ah claro, ele também poderia ter considerado nunca tentar abrir a porta de um avião em primeiro lugar! Isso o teria poupado do constrangimento de ter sido levado em custódia, e também dos honorários do advogado que ele provavelmente terá que pagar. (Talvez ele só quisesse conhecer melhor seu advogado.)

“Mas meu Deus, o que no mundo poderia levar alguém a tentar abrir a porta de um avião durante o voo dessa maneira?” você pode perguntar. Bem, muitas pessoas tentam abrir portas de aviões por diversas razões diferentes. É muito mais comum do que se imagina. Por exemplo:

– Elas tem um “porte impecável”, mas são terrivelmente ansiosas como a modelo da Playboy Tiffany Livingston, e não gostam muito de turbulência

– Porque o Satã apareceu e disse a elas para explodir o avião, ou algo parecido

– Porque elas são psicopatas malditas…

– …ou simplesmente “perturbadas

– Porque estão bêbadas, são britânicas e precisam de ar fresco

– Ou só porque deu vontade

De acordo com pessoas como o capitão Meryl Getline, que sabe sobre coisas relacionadas a aviões, não é sequer possível abrir uma porta de avião durante o voo:

Eu gostaria de tranquilizar o público de que um passageiro não pode abrir a porta de uma empresa aérea comercial durante o voo. Por quê? Por dois motivos: Primeiro, as portas da cabine são geralmente portas do tipo “plug”. Quando fechadas, elas são maiores do que a abertura. Você pode empurrar uma porta de cabine o quanto quiser, mas ela não irá passar pela abertura menor. […]

O outro [motivo] é que uma vez que se adiciona força – ou seja, depois que os pilotos acionam os reguladores de pressão depois de fechar todas as portas e a aeronave começar a se movimentar – a cabine começará a pressurizar.

A pressurização exerce uma força muito forte contra a parte interna do avião, mantendo as portas fechadas e evitando que elas sejam abertas durante o voo. Você pode girar a maçaneta e puxar o quanto quiser, mas é impossível para um humano, ou até mesmo vários humanos, conseguir superar essa pressão. Ainda assim, não é recomendado que você brinque com a maçaneta da porta em momento algum porque o acesso não autorizado a equipamentos da aeronave podem resultar em prisão.

Os caras do Wisegeeks parecem concordar com isso, dizendo que abrir uma porta “normalmente não é de fato possível abrir a porta de um avião durante altitudes normais de cruzeiro, independente do que você já tenha visto em filmes.” Então pare de assistir filmes, a pare de tentar abrir portas de avião, porque tudo que você está fazendo é tornar advogados ricos ao invés de comprar pra você mesmo alguma coisa bacana com todo esse dinheiro.

[Chicago Tribune, USA Today]