O lema não-oficial do Google sempre foi a frase “não seja mau”. Mas isso acabou, segundo o código de conduta que o Google distribui aos seus funcionários. A frase deixou de receber destaque em algum momento entre abril ou início de maio, segundo arquivos armazenados pelo Wayback Machine (plataforma que mantém uma cópia de diversos sites).

Funcionários do Google pedem demissão por envolvimento da empresa com projetos militares
Funcionários do Google protestam contra envolvimento da empresa em programa militar

“Não seja mau” tinha destaque no código de conduta corporativa da empresa desde 2000. Quando o Google foi reorganizado sob uma nova empresa controladora, a Alphabet, em 2015, a companhia assumiu uma versão ajustada do lema: “faça a coisa certa” No entanto, o Google manteve o original “não seja mau” em destaque até há algumas semanas.

A frase foi profundamente incorporada na cultura do Google — a tal ponto que a frase era usada como senha de Wi-Fi nos ônibus que o Google usa para transportar funcionários para sede em Mountain View, segundo fontes consultadas pelo Gizmodo.

Abaixo, vai um trecho da seção relevante do código de conduta antigo, como armazenado pelo Wayback Machine em 21 de abril de 2018:

“Não seja mau”. Googlers geralmente usam essas palavras para explicar como servimos aos nossos usuários. Mas “Não seja mau” é muito mais que isso. Sim, é sobre fornecer aos nossos usuários acesso imparcial a informação, concentrado nas necessidades deles e dar a eles os melhores produtos e serviços que pudermos. Mas isso também é sobre fazer a coisa certa de forma mais geral — seguir a lei, agir de forma honrável e tratar os colegas de trabalho com cortesia e respeito.

O Código de Conduta do Google é uma das formas que colocamos o “Não seja mau” em prática. Foi criado pelo reconhecimento de que tudo que fazemos relacionados ao nosso trabalho no Google será, e deveria ser, medido em relação aos mais altos padrões possíveis de conduta ética nos negócios. Nós estabelecemos um padrão tão alto por razões práticas e aspiracionais: nosso compromisso aos maiores padrões nos ajuda a contratar ótimas pessoas, desenvolver grandes produtos e atrair usuários fiéis. Confiança e respeito mútuo entre usuários e funcionários são a fundação de nosso sucesso, e esses valores são algo que nós precisamos ganhar todos os dias.

Então, por favor, leia o Código, e siga o que é dito e seu espírito presente, sempre levado em consideração que cada um de nós tem uma responsabilidade pessoal para incorporar e encorajar outros Google a seguir os princípios de código envolvidos em nosso trabalho. E se você tiver alguma questão ou se pensar que um dos seus colegas de trabalho não está correspondendo com nosso compromisso, não fique quieto. Nós queremos — e precisamos — ou vir de você.

E abaixo você pode ler a versão atualizada, que foi registrada no Wayback Machine em 4 de maio de 2018:

O Código de Conduta do Google é uma das formas que nós colocamos os valores do Google em prática. Ele foi criado pelo reconhecimento que tudo que fazemos relacionado ao nosso trabalho no Google será, e deveria ser, medido nos mais altos padrões possíveis de conduta ética nos negócios. Nós estabelecemos um padrão tão alto por razões práticas e aspiracionais: nosso compromisso com os mais altos padrões nos ajuda a contratar ótimas pessoas, desenvolver grandes produtos e atrair usuários fiéis. Respeito pelos usuários e pela oportunidade de servi-los e de ser vir a cada um são a fundação para nosso sucesso, e são coisas que precisamos ganhar todos os dias.

Então, por favor, leia o Código e os valores do Google, e siga o que é dito e o espírito presente nele, sempre levando em consideração que cada um de nós temos uma responsabilidade pessoal de incorporar e encorajar Googlers a incorporarem os princípios do Código e os valores em nosso trabalho. E se você tiver alguma questão ou se pensar que um dos seus colegas de trabalho não está correspondendo com nosso compromisso, não fique quieto. Nós queremos — e precisamos — ou vir de você.

Apesar dessa mudança significante, o código de conduta do Google não recebe atualização desde 5 de abril de 2018.

A versão atualizada do código de conduta do Google ainda mantém, com pouco destaque, uma referência ao lema não-oficial da empresa — a última linha do documento diz: “E lembre-se…não seja mau, e se você vir algo que você pensa que não está certo, diga!”.

Nós contatamos o Google para comentar sobre a mudança e vamos atualizar o post, caso a companhia se pronuncie.

Imagem do topo: Sundar Pichai, CEO do Google, durante conferência para desenvolvedores Google I/O 2018. Crédito: Justin Sullivan/Getty Images