O Google e a NASA estão numa parceria que permitirá seres espaciais (e astronautas) vagarem pela Internet em órbita. O vice-presidente do Google, Vint Cerf, e o Laboratório de Propulsão a Jato da NASA começaram a trabalhar juntos para criar Internet padronizada para o espaço, o que poderia finalmente substituir o sistema de equipamentos de rádio de uso único que temos levado lá pra cima desde a década de 70.

A comunicação no espaço apresenta um monte de problemas – a rotação da Terra faz com que os transmissores e receptores estejam constantemente em posições diferentes e a longa distância gera demoras igualmente compridas. A nossa rede atual baseada em ondas de rádio é feita sob medida para praticamente cada nova missão, significando que os equipamentos antigos não podem ser reutilizados para novas missões.

Cerf, que praticamente co-fundou a Internet, está agora pesquisando novos protocolos que funcionem na última fronteira. O projeto, chamado Internet Interplanetária, será testada a bordo da Estação Espacial Internacional em 2009. Se funcionar, as missões espaciais no futuro poderão usar os mesmos sistemas, tornando a comunicação lá em cima muito mais barata e fácil. Mal consigo imaginar de quanto seria o ping… [Technology Review]