O Google Home acaba de ser anunciado durante a conferência I/O 2016: trata-se de um alto-falante inteligente que vem para rivalizar com o Amazon Echo.

>>> Google Assistant: um novo assistente virtual baseado em inteligência artificial
>>> As novidades do Android no Google I/O: realidade virtual, Wear e um novo nome
>>> O Google tem dois novos apps para conversas: Allo e Duo

Assim como o aparelho da Amazon, o Google Home é um alto-falante conectado a Wi-Fi que funciona como uma espécie de assistente pessoal. A partir dele, será possível, por exemplo, fazer perguntas como as feitas no Google (como se fala maçã em espanhol?, qual o nome completo do Pablo Picasso? ou vai chover hoje?).

Além disso, será possível verificar sua agenda de compromissos, configurar alarmes e estabelecer um timer, ou pedir para tocar alguma playlist em específico de seu sistema de streaming — todas as funções realizadas por comando de voz.

Como esperado, o Google Home se integrará ao ecossistema já criado pelos dispositivos Chromecast e Chromecast Audio instalados na casa. Será possível, por exemplo pedir para ver fotos na televisão ou pedir para tocar determinada música em todas as caixas de som da casa.

googlehome2

Mais do que ser uma assistente, a ideia do Home é conectar os itens eletrônicos da casa. O gadget funcionará com os principais protocolos de dispositivos de casa inteligente, como o OpenThread, usado pela Nest (empresa do próprio Google).

A companhia também espera que haja apps adaptados para o Home, como programas que permitam pedir flores diretamente pelo Google Home ou chamar um Uber apenas por comando de voz.

Ainda não há data para lançamento para o Google Home, mas a companhia promete vendê-lo ainda este ano.