A barra de busca do Google é um recurso disponível há muito tempo em dispositivos da Apple. Ela sempre pareceu meio estranha, já que o Android é o grande concorrente do iOS. De acordo com a Bloomberg, o motor de busca do Google só está lá por causa de um pagamento de US$1 bilhão feito a Apple em 2014.

A Bloomberg encontrou os detalhes em um processo da Oracle vs Google. A Oracle está brigando com o Google desde 2010 por causa do uso do Java no desenvolvimento do Android. No meio do caminho, os advogados da Oracle obtiveram acesso a documentos financeiros internos do Google, que foram abertos pela corte judicial.

De acordo com representantes legais da Oracle — e a informação não foi confirmada nem negada pelo Google — o Google pagou US$ 1 bilhão para a Apple manter sua barra de busca nos dispositivos da Apple. As duas empresas, desde então, têm um acordo de compartilhamento de receitas que obriga o Google a dividir lucros obtidos a partir de dispositivos da Apple. Entretanto, não se sabe os detalhes desta divisão.

A busca do Google pode parecer um item banal no iPhone, mas é interessante ver o que este pagamento significa — se o Google tiver um ano ruim e não puder pagar a Apple, você poderá ver a busca do Yahoo em seus dispositivos da maçã.

No mesmo caso, a Oracle também alegou que o Google lucrou US$ 22 bilhões até agora com o Android. A empresa não separa finanças específicas do sistema operacional móvel do resto dos negócios, mas os documentos obtidos falam em US$ 31 bilhões de receita e US$ 22 bilhões de lucro. Se você considerar que esta receita vem apenas de vender anúncios e aplicativos, é muita coisa, mas ainda é apenas meio ano de venda de iPhones.

[Bloomberg]