É uma das experiências mais comuns e irritantes da internet – você procura por um produto online, um novo colchão, por exemplo, e nas semanas seguintes anúncios para colchões irão te atormentar por toda a internet, aparecendo em todo e qualquer site que você visitar. Talvez você tenha decidido comprar outro colchão, ou talvez tenha até mesmo comprado o do anúncio, mesmo assim ele permanecerá te perseguindo insistentemente.

Este tipo de anúncio é chamado de “anúncio-lembrete” e o Google sabe como ele é irritante. Por isso a empresa está permitindo silenciá-los. Começando já nos próximos dias, usuários poderão silenciar propagandas de anunciantes específicos por 90 dias. Anúncios-lembrete normalmente permanecem na ativa por um mês, explica o Google, então a empresa queria ter certeza que o silêncio duraria por um pouco mais de tempo que isso.

“Hoje, daremos início a possibilidade de silenciar os anúncios-lembrete nos apps e em sites que firmam parceria com o Google para exibir anúncios. Planejamos expandir essa ferramenta para controlar as propagandas no YouTube, Busca e Gmail nos próximos meses”, disse Jon Krafcik, gerente de produto para privacidade de dados e transparência no Google, no blog post que anunciou a mudança.

A ferramenta de silêncio apenas impactará anúncios disponibilizados pelo Google, é claro, então é possível que você ainda veja anúncios-lembrete de tempos em tempos mesmo que você os tenha silenciado. Mas a novidade será efetivada em qualquer anúncio servido pela rede do Google, que comporta dois milhões de sites e atinge mais de 90% das pessoas online.

O Google também está expandindo outra de suas ferramentas para silenciar anúncios que existe desde 2012 e permite aos usuários esconder anúncios ou anunciantes específicos que eles não querem ver. “Em 2017, recebemos mais de 5 bilhões de comentários com feedback nos dizendo que os usuários silenciam propagandas que não são relevantes. Nós incorporamos este feedback ao remover um milhão de anúncios da nossa rede de propagandas de acordo com estes comentários”, escreveu Krafcik.

Agora, as preferências de silenciamento dos usuários serão sincronizadas por todos os dispositivos que estiverem logados em uma conta Google – assim, se você silenciar um anúncio no celular, você também deixará de vê-lo no seu computador.