O termo FoMO (Fear of Missing Out, algo como medo de estar perdendo algo) descreve pessoas que a todo momento ficam checando seus smartphones para se inteirar sobre o que está acontecendo. Não chega a ser uma doença, mas é algo que torna as pessoas viciadas.

Por essa razão, o Google anunciou durante o Google I/O, evento para desenvolvedores da companhia, que vai começar a implementar formas para tentar controlar a ansiedade (ou o vício) de usuários de smartphone.

Na próxima versão do Android, chamada temporariamente de Android P, haverá um recurso chamado Android Dashboard. Ele será uma espécie de painel de controle, que mostrará os apps que você mais usa, quais apps mandaram mais notificações ao usuário ou quantas vezes você desbloqueou o telefone em um dia.

Baseado nisso, o usuário poderá, por exemplo, definir um tempo para usar os aplicativos ou pausas programadas. Quando esse tempo acabar, aparecerá uma notificação para a pessoa dizendo, por exemplo, que ela já está há muito tempo vendo vídeos no YouTube.

Aliás, se o usuário recebe muitas notificações de canais da plataforma de vídeos do Google, ele poderá receber uma só por dia, agrupando todos os alertas.

Além disso, o Google também ressaltou o app Family Link, que inclusive já está disponível no Brasil, como uma forma de usar tecnologia de forma mais saudável. Com essa aplicação, basicamente, os pais vão poder controlar o tempo que as crianças usam os smartphones.

Não perturbe

O modo Não Perturbe, do Android, vai ganhar boas melhorias. Uma das principais é o Shush. Basicamente, ao virar a frente do smartphone, ele deixará notificações mudas (tanto as sonoras como as visuais). Outra tecnologia, chamada Wind down, deixará o smartphone em escala cinza após o usuário definir que ele, por exemplo, dormirá a partir das 23h. A ideia de tirar as cores é tornar o aparelho menos atrativo na hora de dormir.

Ainda não há data para lançamento dos recursos, mas, em uma página em inglês, o Google descreve outras iniciativas de bem-estar digital que serão implementadas em seus produtos.