Não é coincidência que os melhores e mais populares apps frequentemente tenham ícones memoráveis. Por mais que pareçam apenas um pequeno bloco colorido, um bom ícone é uma peça fundamental do design do app que influencia a forma como as pessoas pensam e interagem com o que está dentro dele. Eis uma rara espiada em como a Apple acha que ícones devem ser criados.

Na semana passada, a Apple publicou vídeos de todas as palestras para desenvolvedores da WWDC deste ano. A maior parte do conteúdo é assunto de desenvolvedor que não interessa seres humanos mortais, mas no meio de todo aquele papo de programação está uma visão maravilhosa das melhores práticas de design para o iOS. A palestra tem uma hora e vai abrir seus olhos se você um dia já imaginou “este app é bonito, mas não consigo explicar o motivo.”

A apresentação começa com o evangelista de design da Apple Mike Stern mergulhando na arte do design de ícones de apps. Como ele diz, um ícone de app não apenas deve seduzir na hora da compra, mas também tem que atrair o usuário quando ele usa o smartphone ou tablet. Se um ícone chama a sua atenção quando você olha para ele, você tem mais chance de continuar brincando nele.

Então como um bom ícone de app é feito? Eis a linha oficial da Apple sobre o que funciona e o que não funciona, assim como alguns exemplos dados por Stern para ilustrar seus pontos.


Crie uma forma impressionante e única

original (2)

O elemento central de design de um ícone de app deve ser uma forma que você consiga reconhecer instantaneamente. Exemplos: FlipboardClear, e Vyclone.


Prenda-se a uma paleta de cor limitada

original (1)

Em geral, é melhor focar em uma paleta de cores limitadas. Você pode usar várias cores, mas é mais difícil de se destacar. Exemplos: DuolingoReutersDark Sky.


Evite textos sempre que possível

original

Isso pode ser complicado especialmente para empresas que não são apenas um app e frequentemente têm um logo que incorpora o nome da empresa. Neste caso, o melhor a fazer é reduzir os logos a uma elemento gráfico simples. O Pocket é um exemplo perfeito disso.


Ícones devem retratar o “material” que está por dentro com bom gosto

original (6)

Stern foi rápido ao apontar que isso pode parecer perigoso para esqueumorfismo, que a Apple abandonou no iOS 7. A aquarela do Paper reflete que é um app de arte. O holograma do Square lembra o seu cartão de crédito. São elementos gráficos usados para servir a um propósito, e não apenas decorar, como acontece com esqueumorfismo.


Importante: mantenha a simplicidade

Todos parecem bastante simples, não? Sim, e como muitos bons conselhos de design, parece óbvio quando alguém explica isso para você. Isso sempre foi uma das partes mais belas da Apple: um design tão bem executado e aparentemente sem muito esforço.