A GoPro lançou ontem sua nova câmera Hero 4 Session, que é, basicamente, um pequeno cubo para você levar nas suas aventuras pelo mundo.

A Session representa a maior transformação no design das GoPro desde que as câmeras começaram a chegar ao mercado. Ela é ridiculamente pequena, com cerca de 50% do tamanho das outras câmeras da empresa. E com 40% do peso das irmãs GoPro, ela também é extremamente leve. Não que as GoPro tradicionais sejam grandes ou pesadas – não são, nem um pouco. Mas, para quem vai a lugares extremos do mundo para filmar as aventuras, é melhor que o acessório para isso seja o menor e mais leve possível.

E ela também ganhou acessórios para se aproveitar do tamanho. Como a Strap, uma pulseira para prender a GoPro na sua mao e, assim, conseguir gravar as coisas de uma perspectiva mais dinâmica, dependendo do tipo de ação.

GoPro Hero 4 Session

GoPro Hero 4 Session

A Session tem alguns truques de design para não se destacar apenas pelo seu tamanho, mas também pela sua capacidade de gravar imagens com mais qualidade. Ela tem dois microfones – um na parte de trás, e um na frente – e eles ficam sendo trocados constantemente de acordo com a direção do som, para garantir que ela consiga capturar o melhor áudio possível. O corpo também é à prova d’água, então você não precisa colocá-la em nenhum tipo de proteção – nada mais de ter que ficar colocando e tirando a câmera daquele estojo protetor.

O uso dela também foi modificado, e a câmera está muito mais simples de ser usada. A GoPro Hero 4 Session tem dois botões. Um deles é um grande botão redondo na parte superior da câmera. Aperte-o uma vez e ela começa a filmar. Segure por três segundos e ela começa a tirar timelapses. E isso é tudo o que você precisa saber para começar gravar ou fotografar com a sua Session. O outro botão, na parte inferior traseira da câmera, serve para ligar o Wi-Fi e, assim, emparelhar a Session com o seu smartphone.

GoPro Hero 4 Session

Ligar a câmera ao seu smartphone é fundamental por diversos motivos. Para começar, só através do app da GoPro você pode modificar configurações da Hero 4 Session – se quiser alterar taxa de quadros, resolução ou coisas assim, se quiser tirar fotos comuns e não apenas timelapses, aí você precisa ir até o app para isso. A câmera em si é limitada a apenas vídeos e timelapses, mas a parceria com o app “desbloqueia” os poderes da Session e permite um uso mais avançado da câmera. Ela também não tem uma tela LCD – apenas um pequeno display LED com informações básicas, como o modo que está ativo, quanto tem de bateria disponível, essas coisas – e portanto você também precisa ir ao smartphone para conferir as imagens capturadas.

Em relação aos recursos de imagem, a Session tem algumas coisas a menos do que as Hero 4 Silver e Black. Ela não grava em 4K, por exemplo, e não há como ativar o modo Protune para suas fotos (apenas vídeos). Mas, apesar disso, ela faz um trabalho muito bom com vídeo a 1080p 60FPS, 1440p 30 fps, além de ter truques como o modo Superview (que aumenta o ângulo de captura das imagens) e o Highlight Tagging (aperte um botão durante as filmagens para a câmera fazer uma marcação naquela parte do vídeo e você lembrar que é lá que tem alguma coisa importante para a sua edição).

Durante a semana passada, fui a Huatulco, no México, e tive a oportunidade de gravar algumas imagens com a Session. Seu tamanho compacto e uso simplificado são realmente impressionantes. Abaixo está um vídeo com alguns clipes capturados por mim. Mesmo uma pessoa sem muitas habilidades na hora de filmar (como é o meu caso!) consegue algumas coisas muito boas com ela. As imagens não foram gravadas todas no mesmo dia – os peixes que aparecem no final do vídeo não estavam no rio das imagens de rafting:

A Hero 4 Session foi lançada ontem nos EUA por US$ 400 – o que é o mesmo cobrado pela Silver, com mais recursos e tela LCD. Então depende um pouco da sua prioridade – se quiser uma câmera mais completa, talvez a Silver e a Black sejam opções melhores, mas no quesito praticidade não há como vencer a Session. No Brasil, ela ainda não tem lançamento marcado, mas provavelmente chega ao país durante o segundo semestre do ano.

O Gizmodo Brasil viajou para Huatulco, no México, a convite da GoPro.