A LG já havia revelado vários detalhes sobre o Optimus G Pro, mas agora pudemos enfim testá-lo: ele tem uma tela 1080p e é bem bonito.

O LG Optimus G Pro tem um processador Snapdragon 600 quad-core de 1,7GHz, bateria removível de 3.140 mAh, e uma câmera traseira de 13 megapixels.

Quanto à tela Full-HD, ela é maravilhosa, mas não é tão brilhante quanto deveria. Eu fui até as configurações para aumentar o brilho, e fiquei um pouco surpreso em ver que já estava no máximo. Mas a tela é realmente impressionante: você pode olhar de perto com o nariz tocando a tela (algo muito higiênico para um aparelho que inúmeras pessoas vão testar), e você ainda teria dificuldade em discernir um único pixel. O texto fica ótimo, e vídeos ficam lindos.

Quando ao design, é o que você espera de um phablet parecido com o Galaxy Note. Ele é fino, mas não incrivelmente fino. Segurá-lo em uma mão parece absurdo; só faz sentido quando você o segura como celular, para falar com outra pessoa. Como um minitablet, o salto para 5,5 polegadas deixa esta tela nítida ainda mais impressionante, já que nos acostumamos a densidades de pixel menores em gadgets como o iPad Mini e o Galaxy Note.

LG Optimus G Pro Hands On (2)

O Optimus G Pro roda Android 4.1.2 – assim como todos os smartphones LG anunciados hoje – e ele roda muito bem. A skin da LG não é a mais intrusiva das principais fabricantes, e não parece deixar nada mais lento; no entanto, ela muda de lugar algumas configurações comuns, tornando-as mais difíceis de encontrar.

A câmera do G Pro tem 13 megapixels, mas não pareceu tão rápida em um teste de fotos. Foi um teste muito rápido e não-científico, porém imitava a forma como você usaria esta câmera na vida real.

Optimus F e Optimus L II

A LG também anunciou novas séries de smartphones Android. Há a série F, para tornar o 4G LTE mais acessível a aparelhos mid-range; e a série L II, que é focada em estilo.

O F5 e o F7 são aparelhos de 4,3 e 4,7 polegadas com especificações médias (processadores dual-core), e são realmente muito confortáveis de se segurar. Eles têm linhas um pouco mais duras que a série Samsung Galaxy, mas mantêm a maior parte do charme. Eles são aparelhos bonitos, e o Jelly Bean roda muito bem neles.

LG Optimus L7 II

O L7 II (acima) é um aparelho de 4,3 polegadas, e realmente diverge muito em sua tentativa de ter “estilo”. Ele não tem corpo reflexivo, como a maioria dos celulares coreanos, e sim uma traseira texturizada. Ele tem especificações mais fracas – processador dual-core de 1GHz! – mas funciona decentemente carregando apps e jogos. Ele faz parte da linha mais barata da LG: é um sucessor da linha Optimus L7/L5/L3.

Preços e disponibilidade ainda não foram disponibilizados pela LG.