O Windows 8 Release Preview está entre nós e, cara… ele é adorável. Muito melhor que o Consumer Preview e faz o Developer Preview parecer uma gambiarra bem mal feita. Ele também é um pouco enfadonho.

O Windows 8 é nova geração do sistema operacional da Microsoft, previsto para sair no final do ano. Ele acrescenta um monte de novos gestos baseados em toques ao Windows velho de guerra e introduz uma ideia totalmente nova de como os apps devem parecer e se comportar na sua interface Metro, onde um app por vez toma conta de toda a tela e roda livre de distrações como botões e barras de menus. É um salto gigante para frente. Mas enquanto o Developer Preview foi uma grande revelação e o Consumer Preview o primeiro grande encontro, esta versão do Windows 8 é focada em refinamentos. O novo Release Preview é uma atualização gradual, que nos leva para mais próximo da versão final. Ele está mais maduro, muito mais refinado e já apresenta até uma sutil elegância.

O que há de novo

Há uma tonelada de pequenas e sutis melhorias no Release Preview e até uma grande mudança: suporte a gestos no trackpad. Um dos grandes problemas no Windows 8 tem sido o fato de ele ser muito dependente de toques e se você não tem um monitor touchscreen ou um tablet, ele acaba se tornando um saco de usar.

Para corrigir isso, a Microsoft nos enviou um notebook Samsung com uma tela LCD chata, feia e sem sensibilidade a toques. Usá-lo lado a lado com outro notebook rodando o Consumer Preview foi uma revelação. O suporte a gestos embutido no trackpad torna a experiência muito, muito melhor. É mais navegável, menos propício à realização de ações inadvertidamente e no geral mais fácil de usar.

O suporte a gestos no trackpad é básico e intuitivo. Deslizar da direita para a esquerda traz o menu Charms. Um deslize do lado esquerdo alternará entre os apps. Arrastar o dedo de baixo para cima traz o menu de opções. E os gestos estão presentes nos apps individualmente também. Por exemplo, o gesto de pinça no trackpad revela o zoom semântico, na tela Inicial e em alguns apps. (E qualquer app pode ter esse recurso habilitado.)

Tendo em vista que a Microsoft também está trazendo tudo isso para seus “mouses” sensíveis a toques e outras fabricantes podem tirar vantagem desse suporte também, o receio de que uma touchscreen seria quase mandatória para usar o Windows 8 passa a ser exagero.

O novo Release Preview também traz uma tonelada de polidas e melhorias na interface muito bem-vindas. Toques sutis por todos os lados tornam a navegação e tarefas na interface Metro mais fáceis, como adicionar zoom semântico ao app Pessoas de modo que seja fácil ir da letra A à Z sem ter que rolaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar a rodinha do mouse ad aeternum.

O app de email talvez seja o que recebeu a atualização mais útil. No Consumer Preview, era meio horrível navegar por entre as pastas. Você tinha que clicar em um menu para pular de, digamos, a pasta de notificações para a sua pasta com todos os emails e então para a caixa de entrada. Toda vez que você escolhia uma, as outras sumiam de vista. Refresque a memória e veja como ele era:

Mail no Consumer Preview.

O Release Preview mantém a interface em três painéis frontais e centralizados por padrão e isso é de longe mais fácil de lidar. Dar aquela olhada na caixa de entrada e então mover-se rapidamente para ver as outras pastas é muito mais fácil neste layout — a sidebar que lista as suas pastas é bastante curta. Isso tudo não significa que ela seja uma interface apenas para touchscreens. Não é. Ela funciona muito bem com um trackpad ou mouse.

Mail no Release Preview.

Basicamente, todos os apps Metro que você vinha usando ficaram ligeiramente mais rápidos e fáceis de navegar; no geral, melhores.

A experiência Desktop também foi melhorada. Ela usa menos recursos quando está em segundo plano e alguns elementos de interface pensados em touch foram atenuados. O menu Iniciar sai da sua frente mais rapidamente, por exemplo, de modo que você possa acessar a barra de tarefas.

Apps em grande quantidade

Ele também traz alguns novos apps Metro da Microsoft, todos tão bonitos e fluídos quanto os já conhecidos.

News.

O app News agrega informações de centenas de notícias em um app belíssimo. Ele tem recursos de personalização que lhe deixa selecionar fontes ou seguir histórias ou tópicos que desejar. Você pode sair da visão principal usando o zoom semântico para pular de tópico em tópico.

Sports.

O app Sports permite que você adicione times favoritos e acompanhe seus jogadores, agenda, placares e notícias do dia, bem como que siga notícias gerais sobre determinados esportes.

Travel.

O app Travel serve tanto como um guia turístico (usando informações da Frommer), quanto um sistema de reservas (via Kayak), permitindo que você pesquise a sua próxima viagem e já faça as reservas tudo em um único local.

A Microsoft também apresenta alguns novos apps de terceiros como um aperfeiçoado app do WordPress e o da SkyNews, os quais não pudemos testar porque não estavam disponíveis na Store antes do lançamento do Release Preview. Mas todos eles estão tirando proveito da habilidade do Windows 8 de compartilhar dados entre os apps — uma foto mostrada no app News pode ser compartilhada com qualquer outro app sem que seja preciso baixá-la de fato para o seu PC, por exemplo. Tudo funciona junto e muito bem.

Uma construção lenta

É um sistema operacional de respeito, que de alguma forma traz à tona a incapacidade da Microsoft em gerar empolgação sobre seus produtos. O Release Preview passa a sensação de ser apenas mais um trailer quando você está pronto para começar o espetáculo. E embora ele pacifique um monte de pontos até então controversos e traga muitas correções debaixo dos panos, não há nada radicalmente novo que te deixe (positivamente) maluco.

Quando o Windows 8 finalmente sair, ele será um dos pontos altos da tecnologia no ano, um produto divisor de águas que em última instância afetará milhões de pessoas. É uma coisa grande. E a Microsoft vai deixar você entendiado na medida em que o revela em partes mínimas pelo caminho até a versão final. Mas tudo bem. Às vezes o tedioso é bom.

Você já pode baixar o Windows 8 Release Preview, inclusive em português do Brasil, aqui.