Imagine um laser que dispara rajadas super-poderosas de luz dez vezes por segundo. Um laser com potência de um quatrilhão de watts. É um equipamento bastante poderoso, e é exatamente o que está sendo construído para o ELI-Beamlines, um ambicioso laboratório na República Checa.

O laser se chama HAPLS, sigla em inglês para “sistema avançado de laser petawatt com alta taxa de repetição”. Ele é capaz de emitir pulsos de alta potência que duram 30 femtossegundos – ou seja, 0,00000000000003 segundos.

Em 2012, ele foi disparado nos EUA: são 192 feixes de laser combinados para formar um único pulso, que chegou a 2,03 megajoules.

O HAPLS ajudará na pesquisa internacional sobre laser. Com ele, será possível estudar suas aplicações na imagiologia médica, aceleração de partículas, física quântica e muito mais.

O equipamento será instalado no ELI-Beamlines, que quer se tornar uma referência internacional em pesquisas sobre lasers. O objetivo é ser tão relevante quanto o CERN, que cuida do Grande Colisor de Hádrons. O centro recebeu um investimento de US$ 350 milhões.

O HAPLS está sendo construído pelo Laboratório Nacional Lawrence Livermore, nos EUA. Por enquanto, ele continua em fase de testes; a instalação será feita na República Checa em 2016. [Lawrence Livermore National Labs via Geek]

Nota: na foto acima temos o laser Mercury, construído por pesquisadores de Livermore no final dos anos 90. O sistema HAPLS usará uma tecnologia semelhante de diodo, para disparar vários pulsos por segundo por horas a fio; ele terá basicamente a mesma aparência.

Foto por Lawrence Livermore National Laboratory Science/Technology Review