Marian foi ainda mais longe ao escrever o número de telefone na lápide do marido, permitindo que aqueles que estão passando liguem e deixem uma mensagem.

Este é um dos muitos exemplos de reação ao período de transição após a morte de alguém próximo. Por um lado, é o modo dela lidar com a perda do marido. Por outro, é meio pirado. O que vocês acham? [NY Post via Textually]