Homem enterrado com celular ainda recebe ligações incessantes de sua mulher

Marian Seltzer enterrou seu finado marido com o celular totalmente carregado. Agora, três anos depois, ela ainda paga seu plano mensal e deixa mensagens de voz freqüentes para ele. Ele....errr....não as recebe.

Marian foi ainda mais longe ao escrever o número de telefone na lápide do marido, permitindo que aqueles que estão passando liguem e deixem uma mensagem.

Este é um dos muitos exemplos de reação ao período de transição após a morte de alguém próximo. Por um lado, é o modo dela lidar com a perda do marido. Por outro, é meio pirado. O que vocês acham? [NY Post via Textually]

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas