Você provavelmente tem alguma amiga que não aguenta usar o Tinder devido ao número de esquisitões que estão lá — seja por fotos estranhas ou por mensagens de teor duvidosos que elas recebem. Pensando nisso, um hacker burlou o API do aplicativo e fez alguns homens provarem do próprio remédio colocando os esquisitões para conversar entre si.

O hacker, que prefere não se identificar, disse ao The Verge que se inspirou nas reclamações de algumas amigas que recebiam essas mensagens estranhas e desagradáveis dos esquisitões no Tinder. A ideia era fazer com que eles passassem pela mesma experiência, colocando-os para conversar entre si, sem que eles soubessem que não estavam falando com uma mulher.



Protective_Father_-_Version_2.0

 

– Rezo para um dia nunca ter filhas. Me assusta. Eu seria um pai superprotetor maluco.
– Ahn? O que você quer dizer com ser um pai?

Ele descobriu que segurança do Tinder é quase mínima: “É muito fácil bagunçar com o sistema do Tinder. Desde que você tenha um token de autenticação do Facebook, você pode usar um robô como se fosse uma pessoa”, disse.

O criador então criou dois perfis falsos com imagens de mulheres — um com imagens da vlogueira Boxxxy e outra com de uma amiga que lhe deu autorização para tal. Combinações ocorreram e em cerca de 12 horas, mais de 40 conversas aconteciam, cada uma com dois homens heterossexuais que acreditavam estar falando com umas das mulheres das fotos.

Penis_not_Vagina.0

 

– Não estou te entendendo.. O que é ‘umhomem’? Você quer dizer ‘umamulher’? As fotos do seu perfil não são de você, é isso?
– Não, todas as fotos são de mim. Eu sou macho, um homem. Tenho um pênis, não uma vagina. Estou confuso. Talvez seja um mal entendido?

O código que ele desenvolveu impedia que números de telefones fossem trocados. “Eles ignoram todos os sinais e tudo que era esquisito na conversa. Quando alguém tem muita pressa de conhecer outra pessoa, sem nenhum detalhe ou sem saber qualquer coisa sobre ela — talvez ele mereça isso”, avalia ele sobre a intervenção.

Este hack, além de fazer alguns homens provarem do próprio remédio, expõe como o Tinder é um aplicativo fraco em segurança — não é a primeira vez que algo do tipo ocorre: ano passado era possível saber a localização exata de alguns usuários, por exemplo. Então, se já conseguiram revelar a localização dos usuários e se alguém consegue fazer uma brincadeira dessas com uma tremenda facilidade, quem diz que outro hacker não conseguirá roubar todas as nossas informações do Facebook? [The Verge]

Imagem de capa: nathaninsandiego/CC