A Huawei anunciou o smartphone Ascend P6, com Android, em um evento em Londres. Com 6,1mm de espessura, é o smartphone mais fino do mundo. Ele também é belíssimo.

O Ascend P6 tem tela de 4,7 polegadas com resolução 720p e corpo metálico, e será lançado em 19 países no fim de julho por US$ 600. Com ele, a Huawei espera competir com smartphones high-end como o Galaxy S4, o iPhone 5, o Xperia Z e o HTC One. Mas ser o smartphone mais fino do mundo é o suficiente para isso?

A Huawei acredita que sim. “A Samsung não está no mesmo nível deste produto. Nós queremos competir com o iPhone 5 e o Galaxy S4, e este é o nosso objetivo”, disse Richard Yu, CEO da unidade de consumo da Huawei durante a apresentação.

ku-xlarge (8)

Com o Ascend P6, a Huawei deu destaque a três elementos: o design, câmera e interface de usuário. Em relação ao design, a espessura e o corpo metálico são as apostas para diferenciá-lo. Ele também estará disponível em três cores: preto, branco e rosa (sim, rosa). A câmera traseira tem 8 megapixels, enquanto a dianteira tem 1.2 megapixels.

No papel, as especificações são competitivas, mas nada demais: um processador quad-core de 1.5 GHz, 2GB de RAM, tela de 4,7 polegadas com resolução 1280×720 (não é FullHD), 8GB de armazenamento (e cartão microSD) e bateria de 2.000 mAh (o Galaxy S4 tem 2.600 mAh). O Ascend P6 não será 4G, mas a empresa lançará uma versão compatível com redes LTE em outubro. Por que não lançar uma versão 4G direto? Só a Huawei consegue explicar, mas certamente é um ponto fraco.

Sistema operacional e usabilidade

O Ascend P6 roda o Android 4.2.2 com uma skin chamada Huawei Emotion UI, a versão da Huawei para a TouchWiz da Samsung, ou o HTC Sense. De acordo com a empresa, existem mais de 300 melhorias na interface. Como?

Entre os destaques estão o Me Widget, a opção de personalizar apps e widgets em tamanhos e lugares diferentes. Bom, mas nada novo. Outra função, Power Manager, economiza a bateria ao monitorar o consumo a nível de chip, hardware e software. E também há novidades em relação à segurança, gerenciamento de notificações, e senhas, que devem oferecer mais diferenciação do ponto de vista de software. O AirSharing oferece compartilhamento de conteúdo entre o smartphone e outros equipamentos, como TVs, tablets ou outros celulares.

Preço e disponibilidade

O Ascend P6 estará disponível em 19 países a partir do fim de julho – a maior parte deles na Europa – além de Estados Unidos e China. Ele custará US$ 600 sem contrato, e deve ficar mais barato com subsídios. A partir de agosto, chegará em mais 100 países – porém, a assessoria de imprensa da Huawei no Brasil ainda não tem previsão de quando ele será lançado por aqui. [Gizmodo ES]