Durante décadas, a computação quântica esteve bastante restrita a laboratórios de pesquisa. Agora, a IBM está oferecendo seu protótipo funcional de computador quântico através da internet, e qualquer um pode usá-lo.

>>> Como funciona um computador quântico?
>>> IBM resolve um dos maiores problemas da computação quântica

A empresa fez um computador quântico de cinco qubits, que fica em um laboratório de Nova York, e o tornou acessível remotamente usando um software especial – solicite acesso neste link.

Já vimos simuladores online de computador quântico antes, mas esta é a primeira vez que o hardware de verdade foi aberto para uso público generalizado. A interface amigável do Quantum Experience, mostrada abaixo, ainda exige que você entenda como dispositivos quânticos funcionam.

ibm quantico (2)

Mas abrir o acesso a um dispositivo quântico para estudantes, pesquisadores e geeks em geral – que normalmente não teriam a oportunidade de usar este hardware – significa mais pessoas usando a tecnologia, encontrando novos usos e até mesmo falhas.

Os computadores quânticos podem teoricamente ser muito mais rápidos porque se aproveitam de uma peculiaridade na mecânica quântica. Enquanto os computadores clássicos usam bits que existem como 0 ou 1, os computadores quânticos usam “qubits” que podem existir como 0, 1 ou uma superposição dos dois estados.

Isso permite que um único bit contenha dois valores de uma só vez, ou que dois bits mantenham quatro valores de uma só vez. Continue aumentando esses números, e você rapidamente chega a um dispositivo que pode processar dados exponencialmente mais rápido do que os computadores atuais.

A IBM diz em comunicado: “com um computador quântico de apenas 50 qubits, nenhum dos supercomputadores no Top 500 de hoje poderia emulá-lo com êxito”. A empresa prevê processadores quânticos de tamanho médio com 50 a 100 qubits na próxima década.

Até o momento, é difícil criar dispositivos quânticos com mais de alguns qubits. Sim, existe o computador D-Wave, que alega lidar com centenas de qubits, mas ele é polêmico entre físicos quânticos. Apesar de vários estudos, incluindo da equipe do Google Quantum A.I. Lab, o tema ainda não foi completamente decidido.

[IBM via Wired]

Imagens por IBM