A IBM e a Fujifilm passaram os últimos três anos trabalhando para melhorar a densidade de dados em fita magnética, e o resultado é um protótipo com 29,5 bilhões de bits por polegada quadrada – o suficiente para armazenar 35 TB.

Isso é cerca de 39 vezes a densidade de dados em área dos melhores produtos disponíveis hoje e 44 vezes a capacidade do atual cartucho IBM LTO Generation 4. Cindy Grossman, vice-presidente da IBM Tape and Archive Storage Systems, diz que a “conquista mostra que o armazenamento em fita está vivo e forte e continuará a oferecer aos usuários proteção de dados confiável, além de manter uma vantagem de custo sobre outras tecnologias de armazenamento, incluindo drives de disco rígido e flash”.

[PR Newswire Image via IBM Flickr]