Esta ilusão de ótica é bem maluca: um objeto redondo aparece como um quadrado no espelho. Ao girá-lo 180 graus, se obtém o resultado oposto. Mágica? Computação gráfica? O YouTuber Captain Disillusion investigou o que está por trás do truque.

Surpreendentemente, a ilusão do cilindro não é resultado de computação gráfica. O segredo está na perspectiva e no planejamento cuidadoso de toda a cena.

O objeto não é totalmente redondo, nem totalmente quadrado. O formato fica entre um e outro. A partir daí o nosso cérebro já precisa se esforçar um pouco mais para determinar o que é aquilo que estamos vendo. A parada mais inteligente do truque é que a superfície da peça não é reta. Na verdade, ela é ondulada em formato de “S”, o que faz ela parecer mais alongada ou curta em determinados ângulos.

ilusao

Se você reparar no momento em que viram o objeto no vídeo original, dá para perceber esse detalhe.

Mas não basta o design da peça para fazer o truque funcionar. É preciso usar uma iluminação correta para ter certeza de que não tenham sombras que revelem o segredo. Até as configurações da câmera precisam ser levadas em consideração, porque as dimensões exatas do objeto são determinados, em parte, pela distância focal da lente usada na filmagem.

Não seria mais fácil usar computação gráfica? Sem dúvida. Mas saber que o nosso cérebro foi enganado deixam as coisas mais impressionantes. O vídeo abaixo, em inglês, ilustra o passo a passo do truque.