A situação da poluição na China está cada vez pior. Os níveis estão na casa de 30 vezes acima o limite definido pela Organização Mundial da Saúde. Dê uma olhada nessa imagem tirada no fim de dezembro de 2013, pelo satélite Terra, da NASA. Mal dá para ver alguma coisa por causa do tanto de porcaria que está flutuando no ar. E a foto inteira é ainda pior.

chinapoluicaointeira

Enorme, suja, perigosa. A NASA diz:

A névoa cinza e densa esconde quase toda a terra e muito das águas costeiras a sul e a leste das montanhas Taihang. O ar limpo cobre a região ao norte das montanhas, embora riscos de névoa apareçam na maior parte dos vales de rios. As cidades de Pequim e Hebei, ambas a oeste do Mar de Bohai, estão completamente encobertas.

No dia 24 de dezembro, o nível de poluição atingiu 30 vezes o limite definido pela Organização Mundial da Saúde.

A concentração de PM2,5, que são partículas inaláveis finas, foi registrada em 421 microgramas por metro cúbico às duas da tarde, perto da praça Tiananmen, em Pequim, enquanto os níveis foram de 795 em Xi’an e 740 Zhengzhou. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a exposição a PM2.5 num período de 24 horas não exceda os 25 microgramas por metro cúbico.

A situação está ficando dramática devido ao uso do carvão nas casas e para geração de energia:

De acordo com Michael Greenstone, professor de economia ambiental no Massachusetts Institute of Technology (MIT), […] as expectativas de vida diminuíram em 5,5 anos no norte do país, devido ao aumento da mortalidade por doenças cardiorespiratórias.

Felizmente, o país está trabalhando para reduzir a poluição. O plano inclui o fechamento de todas as usinas que usam carvão como combustível até 2017.