O combate aos duradouros incêndios florestais que a Irlanda vem enfrentando neste verão europeu revelou algo inusitado: uma mensagem que não era vista há mais de 70 anos. O sinal consiste em uma palavra e dois algarismos, “EIRE08”. Seu uso estava relacionado à Segunda Guerra Mundial.

Era 1944, e o país estava neutro no confronto. Para evitar que bombardeiros alemães ou britânicos atacassem a ilha por engano, o serviço de guarda costeira da Irlanda reuniu mais de 150 toneladas de pedras para escrever 83 mensagens como estas ao longo de toda a costa do país. “Éire” é o nome da ilha em irlandês, e o número ao lado da palavra (menor e visível apenas nas fotos) designava o destacamento a que pertencia o sinal de concreto.

Foi uma forma meio rústica, mas muito efetiva, de garantir que o território não fosse atacado por engano. As mensagens eram revisadas diariamente e retocadas caso alguma pedra se movesse. De acordo com um representante da Força Aérea Irlandesa, as rochas recebiam cal para poderem ser vistas à noite. Este mapa mostra as localizações em que se encontravam os sinais.

[Science Alert]

Imagem do topo: Irish Air Corps/Twitter