Sabiamente, a Intel decidiu simplificar a sua estrutura de marca exageradamente complexa da linha Core, dividindo-a em três categorias: de entrada (Intel Core i3), média (Intel Core i5) e avançada (Intel Core i7).

Bill Calder, porta-voz da Intel, diz que as derivações como Core 2 Duo e Core 2 Quad deixarão de ser usadas para dar lugar à nova nomenclatura. E ainda:



Core i3 e Core i5 são novos modificadores e juntam-se ao já anunciado Core i7 para completar a estrutura da família. É importante notar que não são marcas, mas modificadores da marca Intel Core que sinalizam diferentes recursos e benefícios. Por exemplo, processadores vindouros como os Lynnfield (desktop) terão a marca Intel Core, mas serão disponibilizados como Intel Core i5 ou Intel Core i7, a depender do conjunto de recursos e capacidade. Os Clarksfield (mobile) terão o nome Intel Core i7.

Pentium, Celeron e Atom continuarão a existir. Calder ainda afirma que a transição tomará tempo e não será finalizada até algum período de 2010. Pra ser sincero, o novo sistema também não é tão bom, mas ao menos há a confirmação de que chips mobile terão a marca Core i7. [Intel via ecoustics]