A Valossa, empresa saída da Universidade de Oulu (Finlândia), fez uma inteligência artificial para “criar uma forma nova e descritiva de buscar conteúdos de vídeo”.

Segundo o Engadget, o software consulta versões não-editadas de filmes para destacar atores, ações, locais e outros detalhes sobre cenas. Então, isso é usado para responder a perguntas feitas em linguagem mais natural.

Assim, você consegue fazer buscas como “qual é aquele filme com Sean Connery e torpedos” e receber o resultado A Caçada ao Outubro Vermelho. Você pode testar e fazer pesquisas (apenas em inglês) no site What Is My Movie?.

what is my movie

A Valossa explica como o sistema funciona:

A busca descritiva do filme é baseada em nossos estudos no que chamamos de “Deep Content”: é tudo que você pode ouvir e ver em um vídeo, mas não consegue analisar mecanicamente — até agora. A técnica inclui transcrições, áudio, padrões visuais e basicamente qualquer tipo de dados que descrevem o conteúdo do vídeo.

Após analisar o vídeo com profundidade, nós automaticamente convertemos isso em metadados avançados. Estes metadados são processados na nossa engine: um sistema cognitivo de aprendizado de máquina que entende solicitações naturais de linguagem e que faz correspondências com nossos metadados.

Como nota o Engadget, este não é como outros sistemas de busca de filmes, pois realmente usa as imagens do filme: os outros são baseados em roteiros, legendas e coisas do tipo. Até o momento, esta nova AI já consultou mais de 40 mil filmes, e a ideia é que esses dados possam ser usados por provedores online para ajudar consumidores a acharem filmes cujos títulos eles não lembram.

Claro, o sistema não é perfeito: a Valossa ressalta que “as demonstrações no site foram desenvolvidas com propósitos de pesquisa e como um protótipo para a indústria”. Ao buscar, por exemplo, por aquele filme em que Robin Williams finge ser uma mulher, ele não mostra Uma Babá Quase Perfeita. Mas vale dar uma chance acessando o link a seguir: [What Is My Movie? via Engadget]

Foto por level17/Pixabay