Não, não estamos falando da internet via rede elétrica vendida por empresas como a Intelig. Estamos falando de usar a banda larga que você tem em casa e distribuí-la através dos vários cômodos via rede elétrica. Em alguns casos, isto é melhor que Wi-Fi.

O Wi-Fi no meu apartamento é ruim. Ele é distribuído de baixo para cima, e não posso passar metros e metros de cabo Ethernet porque não sou dono do prédio. E isso está me matando literalmente, ou quase: isso está me matando em Battlefield 3. A latência do Wi-Fi é fatal para mim. E Ethernet é uma impossibilidade. Então o que eu preciso é de uma internet que se transmite via rede elétrica.

O conceito de internet via rede elétrica (powerline networking) é bem incrível: ele transforma o cabeamento elétrico da sua casa em uma rede de internet. Você coloca o adaptador principal na tomada, conecta o cabo Ethernet nele, e depois conecta outros adaptadores nos cômodos da casa –  e a internet se espalha pela rede elétrica. O vídeo abaixo explica tudo.

O problema da internet via rede elétrica: ela não é tão rápida quanto a embalagem promete, e para tudo funcionar bem, a fiação elétrica da sua casa não pode ser antiga. Mas os adaptadores estão ficando cada vez mais rápidos, e os modelos de 500Mbps deste ano finalmente são rápidos o bastante, principalmente para os terríveis cantos de sua residência onde o Wi-Fi não chega.

O Netgear Powerline AV+ 500 é um dos kits mais rápidos – senão o mais rápido – entregando uma velocidade constante de 100Mbps ou mais em testes de velocidade. Nos EUA, ele custa cerca de US$120. No Brasil, ainda há poucos aparelhos do tipo, como o TP-LINK TL-powerline PA211.

Provavelmente esta é a coisa mais nerd que eu já desejei. Não porque internet via rede elétrica seja exatamente nerd, mas pelo motivo: eu quero isso só pra atirar na cara de pessoas em Battlefield 3, vendo essas pequenas vidas virtuais sendo estilhaçadas de longe, tendo que esperar o respawn enquanto contemplam a existência de 7 segundos que tiveram. [Netgear]