A edição 2022 da WWDC (Worldwide Developers Conference), evento de desenvolvedores da Apple, aconteceu nesta segunda-feira (6) e focou em apresentar os novos produtos da empresa da maçã. Teve os lançamentos do iPadOS 16, do WatchOS 9, do MacOS Ventura e de um novo MacBook Air, com design repaginado, assim como a estreia da linha mais recente de chips da Apple, os M2 — e, claro, do novo iOS 16. Veja a seguir os principais destaques.

iOS 16

A primeira novidade do iOS 16 é uma tela de bloqueio completamente personalizável. O usuário poderá fazer as customizações de forma simples, apenas deslizando para o lado para visualizar os estilos de tela de bloqueio ou clicando individualmente em cada elemento para alterá-lo. Além disso, a nova tela de bloqueio permite a personalização dos widgets (previsão do tempo , calendário e mais).

Será possível também criar novas telas de bloqueio personalizadas e alternar o uso delas. A forma como as notificações são mostradas também será alterada na próxima versão do sistema operacional. As notificações serão mostradas na parte inferior da tela, e são reorganizadas por ordem de relevância, com preferência para eventos que estão acontecendo no momento (live Activities), como o placar de uma partida que o usuário poderá acompanhar em tempo real, por exemplo.

O modo foco, apresentado pela empresa na última versão do sistema, também recebeu mais melhorias e, agora, pode ser acessado diretamente na tela de bloqueio. O aplicativo de mensagens da Apple está ganhando alguns novos recursos, como possibilidade de editar mensagens já enviadas ou deletá-las se o usuário achar necessário.

O teclado tem um suporte melhorado para voz e permite ao usuário alternar a digitação entre digitar e ditar. Na apresentação feita pela empresa o recursos parece funcionar muito bem — pelo menos em inglês. Conforme o usuário dita uma frase no microfone do app, a pontuação vai sendo adicionada automaticamente.

O “Fotos” recebeu um recurso que permite recortar elementos de imagens e criar stickers para usar em aplicativos de bate-papo. Resta esperar o lançamento oficial para a testar o recurso na prática e atestar a precisão da ferramenta.

WatchOS 9

O WatchOS 9 tem mais possibilidades de personalização da tela inicial, com um leque maior de de estilos de relógio. Além disso, o sistema dos relógios inteligentes da Apple traz novos modos e suporte para práticas esportivas, monitoramento cardíaco e de sono mais detalhado. O novo WatchOS ainda terá um novo aplicativo que permite o gerenciamento e visualização detalhada de medicamentos que foram prescritos para o usuário.

Novos MacBook Air e Pro com chip M2

Uma das maiores estrelas desta edição da WWDC foi o novo MacBook Air, que traz o novíssimo chip M2. A novidade já era especulada, e denota que a empresa está cada vez menos dependente dos componentes fabricados pela Intel. O M2 de processador de 8 núcleos e GPU de 10 núcleos e, de acordo com a Apple, o chip entrega o máximo de desempenho com um consumo mais eficiente de energia.

O novo MacBook Air também chama a atenção pelo design ultrafino completamente repaginado pela Apple, traz suporte para um SSD de até 2 TB e até 24 GB de memória RAM. O notebook traz uma tela Liquid Retina de 13,6 polegadas, câmera com resolução de 1080p, quatro alto-falantes que prometem audio espacial e o retorno do sistema de carregamento MagSafe. O dispositivo será vendido por US$ 1.199.

Outro dispositivo que deve receber os chips M2 da Apple é o MacBook Pro, que é consideravelmente superior ao seu antecessor com chip M1, pode ter até 2 TB de armazenamento interno e 24 GB de RAM. O modelo não teve nenhuma mudança no design, e conta com um visual bem semelhante ao do modelo lançado em 2020. Ele será vendido por US$ 1.299.

MacOS Ventura

O MacOS Ventura trouxe várias novidades para os usuários dos dispositivos Mac. Começando com o recurso “Stage Manager” projeto para entregar um workspace que proporcione maior produtividade ao usuário, aproveitando o poderoso hardware dos dispositivos para multitarefa, permitindo que os usuários possam alternar rapidamente entre vários grupos de janelas.

Outro recurso, que deve chegar também para iPadOS e iOS, é o “Spotlight”, uma ferramenta de pesquisa, que permite ao usuário procurar por arquivos, pastas e documentos em seu computador ou pesquisar na web, de forma parecida com o que acontece no menu iniciar do Windows.

O Mail também recebeu uma atenção especial e ganhou novos recursos, como possibilidades de desfazer envio e agendamentos de e-mail, além de uma ferramenta de busca aprimorada para facilitar a localização de e-mails e documentos na caixa de entrada. O Safari ganhou uma função que permite o compartilhamento de abas e uma gerenciador de senhas, o Pass Keys, capaz de criar senhas fortes automaticamente e que, segundo a Apple, é invulnerável a ataques phishing.

Outro recurso bem interessante apresentado na WWDC é o “Continuity Camera”, que permite utilizar iPhones como webcams nos dispositivos Mac, com recursos de desfoque de fundo e iluminação do primeiro plano capturado pela câmera que pode levar as videoconferências para outro nível.

Assine a newsletter do Gizmodo

iPadOS 16

A apresentação do novo iPadOS foi focada em produtividade e trabalho colaborativo, apresentando possibilidades de trabalho em equipe em que usuários podem alternar entre o FaceTime e uma página para realizar anotações, ou editar documentos em tempo real, com todos os membros do grupo podendo fazer alterações.

Confira o evento na íntegra no link abaixo: