Durante o anúncio do iPhone 5, a Apple mencionou que o novo aparelho teria um chip próprio, o A6. As especificações eram poucas, mas o AnandTech investigou um pouco e descobriu que o chip personalizado tem 1GB de RAM com largura de banda maior que no iPhone 4S – e ele vai precisar mesmo, com a maior resolução da tela.

Segundo o Anandtech, o código alfanumérico no lado direito do chip na verdade é o número de uma peça da Samsung, pelo qual se pode descobrir que o A6 tem dois die com 512MB de DRAM, somando 1GB.

A largura de banda da memória no iPhone 5 chega ao máximo de 8.528MB/s, ou um aumento de 33% no valor máximo do iPhone 4S, e ele vai precisar disso para a tela com mais pixels. Mas isto ainda não chega perto dos 12.800MB/s do novo iPad – nem precisa, já que não tem uma tela Retina tão exigente.

E, através de informações do Xcode e da insistência da Apple em dizer que veremos melhor duração de bateria com o dobro de desempenho, o A6 não se encaixa em nenhuma arquitetura de chip já vista antes. Parece que a Apple fez boa parte do trabalho aqui, em um chip customizado.

Agora resta ver como o novo A6 impacta o desempenho e bateria em uso prolongado. Como as primeiras unidades chegam esta semana, logo teremos a resposta. [AnandTech]