Uma mulher do Texas diz ter avistado recentemente um jacaré com o que parecia ser algum tipo de faca presa em sua cabeça nadando em um lago local. Ela acredita que situação seja resultado um ato proposital.

O jacaré teria sido visto por pelo menos duas pessoas dentro do Orchard Lake Estates em Sugar Land, no Texas, esta semana. Erin Weaver, a mulher que tirou uma foto do jacaré com a faca na cabeça, disse à KPRC, afiliada local da NBC, que ela viu o animal perto de algumas pedras na quinta-feira (13), durante uma caminhada matinal.

“Ele meio que se virou e veio na minha direção, e ele nadou até aqui ao longo das rochas, e ficou lá parado. E na verdade era uma faca — parecia uma faca de cozinha — saindo de sua cabeça”, disse ela. Nas fotos, a faca parece estar alojada perto do olho do réptil.

De acordo com a KPRC, outro indivíduo também viu o réptil no dia anterior e compartilhou uma imagem nas redes sociais. O incidente foi condenado pelos moradores da comunidade que conversaram com a emissora.

Weaver disse a vários veículos que os jacarés da área são frequentemente vistos em suas caminhadas matinais, mas não costumavam causar preocupação antes desse incidente. Em entrevista à KTRK , afiliada da ABC, Weaver disse acreditar que alguém “fez isso de propósito”.

“Eu quero ajudar esse jacaré. Eu não quero ver um jacaré nadando com uma faca na cabeça e sofrendo”, disse Weaver.

Callie Saurage do Gator Country, um parque que realiza resgates e que poderia intervir, disse ao USA Today que precisa de permissão expressa do Texas Parks & Wildlife Department.

Em uma declaração ao Gizmodo, um porta-voz do Gator Country disse que a organização não está envolvida com a situação.

“O Gator Country não está envolvido e não foi contatado pelo TPWD para prestar assistência”, disse o porta-voz por e-mail. “Um capturador de jacarés autorizado recebeu uma permissão de captura do departamento e está tomando providências para localizar o jacaré ferido”.

O diretor do condado de Fort Bend, Barry Eversole, disse à NBC News que o jacaré havia sido localizado na sexta-feira (14) e, dependendo da análise de seus ferimentos, poderia ser retirado do lago para observação.