A paixão e admiração pelo espaço e foguetes de Jeff Bezos, CEO da Amazon, já nos rendeu muita coisa boa, incluindo o motor #5 da Apollo 11. Bezos confirmou hoje que os foguetes recuperados do fundo do Atlântico neste ano são, de fato, da Apollo 11.

Enquanto um dos restauradores verificava todos os detritos recuperados com uma luz negra, Bezos disse que encontrou um “2044” pintado com tinta preta em uma das câmaras de impulso. 2044 denota o número de série Rocketdyne que corresponde ao número de série 6044 da NASA, que é o do motor da Apollo 11.

original (7)

Mais investigações permitiram ao restaurador encontrar o número de série estampado na base da câmara de impulso.

original (8)

E, como Bezos lembrou em seu blog, amanhã é o aniversário de 44 anos dos primeiros passos de Neil Armstrong – e da humanidade – na Lua. Fascinante, não? [Bezos Expeditions via NASA]