Depois da estratégia recente de “processar todos por tudo” não dar resultados rápido o bastante, a Kodak sucumbiu à pressão financeira e pediu proteção contra falência nos EUA. Mas não diga adeus à empresa: ela recebeu US$950 milhões do Citigroup e quer se reestruturar completamente até 2013.

A Kodak já fechou 13 fábricas e 130 laboratórios de processamento, e já demitiu 47.000 funcionários desde 2003, tudo para diminuir o peso de suas divisões não-lucrativas. Daqui pra frente, com a reestruturação, a Kodak espera se dedicar às suas patentes de “captura digital” e produtos de impressão para criar “uma empresa enxuta e de nível mundial voltada para imagem digital e ciência de materiais”, como diz o CEO Antonio Perez em comunicado à imprensa. A reestruturação deve terminar em 2013. [Kodak via Engadget]