Avalanches são forças poderosas da natureza, mas também são o resultado da ligação entre milhões de pequenos flocos de neve. Observar uma avalanche caindo de uma montanha não é fácil (nem inteligente) e, além de tudo, não ajuda quem quer estudar um desses fenômenos. Mas, em um “laboratório subzero” na Universidade do Estado de Montana, nos EUA, cientistas estão estudando como as avalanches ocorrem ao recriá-las floco a floco.

O laboratório subzero é uma montanha em miniatura onde a tempestade e a luz solar são controladas pelos cientistas. “Nós podemos recriar um dia específico várias e várias vezes”, diz David Walters, engenheiro especializado em mecânicas de neve, no documentário Avalanche Engineers (Engenheiros da Avalanche, em tradução livre). A Nautilis recentemente entrevistou Walters sobre o documentário e seu trabalho no laboratório subzero.

As avalanches acontecem quando uma placa de neve se posiciona sobre uma camada frágil de gelo. E o que causa essas camadas frágeis? Dias frios, mas e ensolarados. A neve é um bom isolante, e consegue captar o calor do sol e guardá-lo numa região abaixo da superfície que pode medir até uma polegada. Quando a neve que está por baixo esquenta e evapora, o vapor d’água sobe para a superfície, onde ele imediatamente congela ao entrar em contato com o ar frio. Isso cria grãos de gelo afiados que não são homogêneos e não se juntam muito bem, o que dá origem a uma camada de gelo que é frágil. Essa camada pode então ser enterrada sob a neve densa que forma uma placa. E uma ligeira perturbação basta para fazer com que essa placa caia repentinamente — e aí vem uma avalanche.

Formação de camadas fracas de gelo
Grãos de gelo crescendo na superfície da neve durante a simulação de um dia frio e ensolarado simulado no laboratório.

Walters pode recriar todas essas condições no laboratório subzero. Tomógrafos revelam as estruturas microscópicas da neve. Câmeras gravam os grãos de gelo crescendo na superfície da neve, e analisam como as partículas se movem no momento em que a camada fraca cede. Ao entender essas pequenas forças que formam uma avalanche, cientistas esperam conseguir prever quando uma avalanche de fato vai acontecer. Abaixo, assista ao documentário sobre os engenheiros que estudam as avalanches. [Nautilus, Avalanche Engineers]

Imagens via Abby Kent’s Avalanche Engineers